OPERAÇÃO 12 DE OUTUBRO
Feriadão terá reforço da PRF na fiscalização das rodovias federais
Agentes da PRF irão concentrar esforços para excesso de velocidade, uso de bebida alcoólica e ultrapassagens em locais proibidos
Por Folha Web
Em 12/10/2017 às 00:49
Chefe de Comunicação da PRF, Marcos Aguiar: “Abordagens e trabalho educativo serão intensificados” (Foto: Nilzete Franco)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lançou ontem a Operação 12 de outubro. Ao longo dos cinco dias, com encerramento no domingo, 15, os agentes irão priorizar o controle de velocidade com radares portáteis, combate à embriaguez na condução de veículo e ultrapassagens proibidas.

Segundo o chefe de Comunicação da PRF, Marcos Aguiar, em 2016 não houve feriado prolongado, então não há dados correspondentes. Mas entre as causas de acidentes com mortes registradas em rodovias em dias de feriados estão excesso de velocidade, ultrapassagem indevida, desatenção, ingestão de bebidas alcoólicas e desrespeito à sinalização.

“Com o objetivo de reduzir esses índices, a PRF está priorizando ações preventivas de fiscalização ao excesso de velocidade, alcoolemia, ultrapassagens proibidas e ao trânsito de motocicletas”, destacou ao ressaltar que o pico de movimento de saída para o feriado deve se concentrar principalmente na manhã desta quinta-feira. O retorno deve ter um fluxo maior de veículos durante a tarde e a noite de domingo. Nestes períodos, as abordagens e o trabalho educativo serão feitos de forma mais intensa.

“Vale destacar que a PRF está trabalhando nessa operação para coibir os comportamentos que geram risco ao trânsito, com ações de fiscalização e de educação para o trânsito. Como exemplo, destaca-se o Cinema Rodoviário, que também será inserido na Operação 12 de outubro, cujo foco são educação e prevenção ao excesso de velocidade, uso do cinto de segurança, transporte seguro de crianças, alcoolemia ao volante, ultrapassagens proibidas, segurança dos usuários de motocicletas e condições de conservação do veículo”, complementou Aguiar.

ORIENTAÇÕES – O risco de chuvas durante o feriado recomenda a verificação e funcionamento dos limpadores de para-brisas e do reservatório de água. Seu perfeito funcionamento é imprescindível para uma viagem segura.

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos demais veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito são algumas das principais orientações para reduzir o risco de acidentes.

A PRF também orienta os condutores, mesmo antes de viagens curtas, a fazerem uma revisão preventiva do veículo, o que inclui a checagem dos pneus, do sistema de iluminação, dos equipamentos obrigatórios, do nível do óleo e do radiador, entre outros itens.

Também é fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico. Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de o condutor cometer erros. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo.

Eventuais paradas no acostamento devem ser feitas apenas em caso de emergência, com pisca-alerta ligado e triângulo a pelo menos 30 metros do veículo. O uso do cinto de segurança e da cadeirinha para crianças é imprescindível – esses equipamentos podem fazer a diferença em caso de acidente.

É importante frisar que o uso dos faróis baixos durante o dia é obrigatório nas rodovias federais em que estejam sinalizadas com a identificação da BR.

DADOS NACIONAIS – No feriado de 7 de setembro, que teve período semelhante a este do dia 12 de outubro, a PRF registrou 1.162 acidentes que resultaram em 1.211 pessoas feridas e 108 óbitos no país. Frequentemente, a imprudência está associada a acidentes graves, geralmente com múltiplas vítimas. Somente no último feriado, foram registradas mais de 45 mil infrações de trânsito nas rodovias federais. Dessas, cerca de seis mil foram de ultrapassagens irregulares, 3.068 condutores sem cinto de segurança e 977 motoristas dirigindo após ingerir bebida alcoólica.

Ainda no feriado de 7 de setembro, a PRF atuando no combate ao crime, contabilizou 594 pessoas detidas em todo o Brasil. Também foram apreendidos 3.168,673 kg de maconha, 47.883 mil pacotes de cigarros contrabandeados, 32 armas de fogo, 2.278 munições e 69 veículos recuperados.(E.S)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!