SUL DO ESTADO
Foragido do Maranhão desde 2010 é preso em Rorainópolis
Foragido deverá ser encaminhado a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), onde deverá cumprir pena pelo crime de homicídio, a qual foi condenado
Por Folha Web
Em 17/07/2017 às 13:30
Foragido deverá ser encaminhado a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), onde deverá cumprir pena pelo crime de homicídio, a qual foi condenado

A polícia militar efetuou a prisão de um homem foragido do Estado do Maranhão, na tarde de sábado, dia 15, por volta das 14h, na Avenida Ayrton Senna, no Centro de Rorainópolis, na região Sul de Roraima. O infrator, segundo a PM, cometeu homicídio e estaria foragido desde o ano de 2010.

Segundo a PM, ao realizar um patrulhamento de rotina, os policiais se depararam com um moto táxi que conduzia um homem sem capacete, e resolveu fazer a abordagem. Os agentes notaram então, após relato do moto taxista que o homem estaria ferido, com golpes de um instrumento cortante, e que estava socorrendo o mesmo, conduzindo-o ao hospital da cidade.

Os policiais resolveram acompanhar o homem na prestação de socorro, e, enquanto se prepara para levar a vítima que teria sido golpeado com um facão, viram um homem em um carro, que ao se colocar ao lado da viatura da PM, informou que, o desentendimento teria ocorrido na rodoviária.

No local da ocorrência, após confirmar com algumas testemunhas, a PM acabou prendendo o infrator, Raimundo Nonato da Costa Souza, autônomo, de 34 anos, que informou a polícia que teria dado os golpes de facão na vítima, pois o mesmo teria furtado alguns pertences seus.

Ao fazer a verificação do nome fornecido pelo autônomo, a polícia descobriu um mandado de prisão expedido pela justiça do estado do Maranhão contra Raimundo desde o ano de 2010, e sendo assim, conduziu o infrator à delegacia de polícia civil (DP), para que fossem tomadas as devidas providências sobre o caso.

Ainda segundo a PM, o foragido deverá ser encaminhado a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo(Pamc), onde deverá cumprir pena pelo crime de homicídio, a qual foi condenado. (J.R)

                                   

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!