RORAINÓPOLIS
Funcionários responsáveis por coleta do lixo reclamam das más condições de trabalho
Por Jefter Reis
Em 10/08/2017 às 14:00
Conforme os funcionários, a trabalho é realizado praticamente sem os equipamentos mínimos de proteção para se ter contato com lixo (Foto: Divulgação)

 Funcionários da prefeitura municipal procuraram a reportagem da folha na manhã de quinta-feira, 10, para relatar a situação em que trabalham diariamente na cidade de Rorainópolis, região sul do estado. Segundos eles, entre os problemas estão a falta de equipamentos de proteção e transporte inadequado para coleta de resíduos.

 De acordo com o relato dos funcionários que não quiseram se identificar por medo de serem demitidos, o serviço de coleta de lixo que é feito diariamente em toda a cidade de Rorainópolis é feito em uma caçamba que recebe todo o resíduo que é recolhido nas casas e conduzido ao lixão que fica na vicinal 01, a cerca de dois quilômetros da cidade.

 Conforme os funcionários, a trabalho é realizado praticamente sem os equipamentos mínimos de proteção para se ter contato com lixo. Segundo o ministério da Saúde, todos os funcionários que trabalham na coleta direta de lixo devem usar, chapéu, luvas de borracha impermeável e máscaras para evitar o contato direto com o lixo.

 “Estamos diariamente em contato com bactérias que fazem mal a nossa saúde e gostaríamos que essa situação fosse solucionada, pois só queremos fazer o nosso trabalho de forma segura e que não traga riscos a nossa saúde”, informou um funcionário.

OUTROS LADO- A prefeitura municipal de Rorainópolis, através da assessoria de comunicação informou que, estará viabilizando medidas para adequar os funcionários ao trabalho de coleta de resíduos e não dispõe no momento um transporte mais adequado para receber o lixo coletado.

A prefeitura ressaltou que tem feito o possível para coletar todo o lixo da cidade evitando assim contaminações por bactérias e outros patógenos causados pelo acúmulo de lixo.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!