SITUAÇÃO DELICADA
Governo negocia liberação de brasileiro detido na Venezuela
Gostei (14) Não gostei (13)
Segundo agências internacionais, a prisão do brasileiro foi anunciada por um dos principais aliados do governo Nicolás Maduro
Por Folha Web
Em 31/12/2017 às 18:00
Brasileiro já está preso há uma semana no país vizinho (Fotos: Divulgação)

O Ministério das Relações Exteriores está em negociação com o governo da Venezuela na tentativa de obter a liberação de um brasileiro preso no país vizinho essa semana. De acordo com o governo brasileiro, o Consulado do Brasil em Caracas mantém contato com as autoridades locais e com a família do jovem detido.

Segundo agências internacionais, a prisão do brasileiro Jonatan Moisés Diniz, de 31 anos, ocorrida essa semana, foi anunciada pelo deputado Diosdado Cabello, um dos principais nomes do governo Nicolás Maduro. De acordo com o ministério das Relações Exteriores, informações pessoais sobre o caso não serão divulgadas em respeito à privacidade do brasileiro.

Jonatan Diniz seria membro de uma ONG filantrópica que atua na Venezuela, mas de acordo com o deputado chavista, a entidade atua, na prática, como uma organização criminosa com “tentáculos internacionais”.

Os governos brasileiro e venezuelano estão em crise diplomática desde a semana passada, quando o embaixador do Brasil em Caracas foi declarado persona non grata pela Assembleia Nacional Constituinte.

Com informações da Agência Brasil de notícias. 

 

Manuel disse: Em 02/01/2018 às 11:38:24

"Parece que estamos em guerra na fase de troca de prisioneiros... Eu heim? No nosso caso aqui podemos mandar todos venezuelanos que estão perambulando por aqui no me dá me dá... e manda-los de volta em troca de nosso Irmão. Não entendo este tipo de negocio. Até o 6º bec aqui tem o nome de venezuelano... Perguntei para militares o porquê da homenagem ninguem soube me dizer porque a homenagem quem foi simão bolivar... Alguem ai sabe?"

Marquês gica disse: Em 31/12/2017 às 22:20:59

"Maduro, novo Hitler... Louco arrodeado de loucos!"

Fabricio Maia disse: Em 31/12/2017 às 21:27:19

"Brasileiro tem que criar vergonha na cara e não ir mais para aquele país. Eu mesmo tinha marcadobima viagem para o dia 05 e desisti."