JIU-JITSU
Gracie Barra fica com o título da II Copa Ikhon de Jiu-jtsu
Na classificação geral final a Associação Gracie Barra ficou em primeiro lugar com 344 pontos, fruto das 87 medalhas conquistadas, sendo 41 de ouro, 32 de prata e 14 de bronze
Por Ribamar Rocha
Em 21/03/2017 às 01:40
Melhores atletas de Roraima disputaram a competição (Foto: Divulgação)

Mais de 500 atletas entraram nos tatames montados no ginásio do Sesi, neste final de semana, para disputar as primeiras colocações da II Copa Ikhon de Jiu-jítsu, nas categorias de Pré-Mirim ao Máster, no masculino e feminino e nas faixas branca a preta, evento que reuniu os melhores atletas da atualidade de 18 academias de Roraima, Manaus-AM e da Venezuela. 

Na classificação geral final, a Associação Gracie Barra ficou em primeiro lugar com 344 pontos, fruto das 87 medalhas conquistadas, sendo 41 de ouro, 32 de prata e 14 de bronze. A Associação Vavá Team ficou em segundo lugar com 246 pontos e 68 medalhas, sendo 30 de ouro, 23 de prata e 15 de bronze. Completando o pódio a Roraima Top Team com 193 pontos e 49 medalhas, sendo 21 de ouro, 12 de prata e 4 de bronze.

Na quarta colocação ficou a Zenith North, com 154 pontos e 30 medalhas, sendo 21 de ouro, 5 de prata e 4 de bronze; e na sequência aparecem Gracie Humaitá com 145 pontos e 47 medalhas, sendo 20 de ouro, 14 de prata e 13 de bronze; Extremo Norte com 106 pontos e 21 medalhas, 12 de ouro, 8 de prata e uma de bronze. Associação Trinity com 110 pontos e 25 medalhas, sendo 13 de ouro, 8 de prata e quatro de bronze; The Champion com 70 pontos e 13 medalhas: sete de ouro, 5 de prata e uma de bronze; Enok Medeiros com 69 pontos e 13 medalhas: 11de ouro e duas de prata e G.C BJJ com 36 pontos frutos de 5 medalhas de ouro.

Segundo informou Pascoal Duarte, um dos organizadores da competição, aproximadamente 3 mil pessoas assistiram os confrontos entre as maiores academias de jiu-jitsu de Boa Vista. Ele destacou a presença das famílias na manhã de sábado apoiando as crianças de 06 a 12 anos. “Isso mostrou que o esporte tem grande participação na formação de uma nova geração do nosso estado”.

No confronto dos “cascas grossas”, uma das lutas mais aplaudida foi a de Enoke Medeiros e Janairo do Carmo. Os dois alternavam a vantagem no placar, e no final prevaleceu a estratégia de Janairo que pressionou e passou a guarda de seu oponente.

Daniel Trindade chegou à final do Absoluto após vencer Brutality em disputa muito difícil. Daniel passou a maior parte da luta em desvantagem no placar e só virou nos últimos segundos da luta conseguindo uma raspagem de 2 pontos.

No outro lado da Chave, Janairo passou por Silva conseguindo reverter uma passagem de guarda e após pegar as costas finalizou por estrangulamento.

Na final Daniel usou sua experiência em competições para passar a guarda de Janairo e marcar três pontos e segurar a vantagem até o final.

“A presença de lutadores na faixa preta e a participação de todas as academias foi muito comentado pelos professores que ficaram satisfeitos ao ver não só a nova geração, mas também o confronto entre os novos e os experientes faixas preta”, disse. “Para muitos foi momento de transição com os velhos samurais mostrando que os garotos vão ter que treinar muito e, como se diz na gíria do jiu-jitsu, vão ter que cortar um dobrado para passar pelos cascas grossas”, finalizou.

Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!