PARTIDO PROGRESSISTA
Hiran nega estremecimento na relação com Suely Campos
Presidente regional do PP afirma que não existem arestas a serem aparadas e que a relação sempre foi muito respeitosa e tranquila
Por Folha Web
Em 12/09/2017 às 00:40
Hiran Gonçalves segue na presidência regional do PP (Foto: Hione Nunes)

A governadora Suely Campos (PP) admite, nos bastidores, que a relação do Partido Progressista com o seu governo está "estremecida". O motivo seria a forte estruturação que a sigla implanta no Estado sem sua participação. A campanha iniciada pelo PP no interior do Estado, para a formação do Movimento PP Mulher, é liderada pela esposa de Hiran, Gerlane Baccarin, e feita sem que a governadora fosse sequer informada.

Outra razão para a comentada desavença dentro do PP seria a negociação da vaga de secretário estadual de Saúde. O deputado federal Hiran Gonçalves, que preside regionalmente o partido de Suely Campos, teria indicado um ocupante ao cargo, que tem sido barrado pelos governistas.

A desavença é silenciosa e negada por ambas as partes, mas nos bastidores comenta-se que Suely começa a buscar outros partidos para liderar visando a eleição de 2018. Fontes de dentro do governo afirmam que a governadora analisa propostas de três partidos dos quais entraria como líder regional e vai verificar o que é melhor na conjuntura atual para sua reeleição.

Mas, apesar de a movimentação nos bastidores estar intensa, oficialmente a história é outra. A governadora não quis falar com a Folha sobre o assunto e, ao ser questionada sobre o tema, a Secretaria de Comunicação informou que até a presente data a governadora Suely Campos permanece no Partido Progressista e não tem nada a falar sobre uma possível mudança.

Já o presidente regional do Partido, Hiran Gonçalves, mantém os pés firmes na direção da sigla, visando às eleições de 2018. “Nós temos agido com prudência e cuidado com o partido. Gerlane é quem preside o PP Mulher e tem ido aos municípios em busca de mulheres para integrarem as fileiras do partido. Como os eventos são grandes, tem muita participação no interior”, comentou.

Sobre a indicação do PP para a secretaria de Saúde, Hiran disse que sugeriu que a governadora Suely Campos profissionalizasse a Secretaria de Saúde, pois “ela não pode ser feita por amadores”. “O Ministro da Saúde tem feito uma gestão inteligente e podemos fazer o mesmo em Roraima, repactuando recursos, investindo no que precisa, fazendo uma gestão muito profissional, colocando na direção da Sesau gente que faça saúde como ciência, mas nunca indiquei nenhum nome para a Secretaria de Saúde. Eu tenho compromisso de ajudar a saúde do estado e do Brasil e penso um pouco maior do que essas coisas de indicar nome, pois seria uma responsabilidade grande indicar um gestor, pois sei o que é custo, o que é trabalhar com o SUS e cobraria muito mais do que a governadora. Era isso que eu queria, mas nunca indiquei ninguém. Cabe a ela decidir o gestor”, disse.

Quanto a um estremecimento na relação, Hiran disse que não existem arestas. “Nossa relação sempre foi muito respeitosa e tranquila. Não tem problema nenhum. No dia em que tiver, todo mundo vai saber, pois sou transparente nas minhas coisas e firmo minhas posições de maneira clara”, garantiu.

Sobre uma possível saída de Suely Campos do partido, Hiran disse que a governadora é a candidata à reeleição pelo PP, até onde ele sabe. “A governadora não tem razão para procurar outro partido. Damos todo o apoio e o PP é um partido onde ela não tem razão para se sentir incomodada. Dentro do governo são naturais conversas e especulações, mas apesar de quererem criar arestas no nosso relacionamento, ele sempre foi amigável. Apesar de não participar diretamente da gestão, estou sempre ajudando, levei diversas vezes o ministro da Saúde a Roraima, sempre levo recursos para nosso Estado. Acredito que a governadora é a candidata natural do PP para reeleição”, comentou.

Hiran analisou ainda que o governo tem melhorado ao longo do tempo. “Ela fez uma movimentação política inteligente recompondo sua base de apoio, trazendo deputados com experiência para compor sua base. Isso deixou o governo mais plural e aberto. Ela está inaugurando muitas obras importantes, estruturantes, está pagando servidor em dia. Com a vinda de novas lideranças, vamos fazer uma bela caminhada na próxima eleição que se avizinha e estamos preparados para disputar essa eleição com grandes chances de aumentarmos nossa participação no Legislativo estadual”, concluiu.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!