HOMICÍDIO QUALIFICADO
Homem é condenado a 21 anos de prisão pela morte de seis pessoas
A. A. de L., foi condenado pelo Tribunal de Júri nessa terça-feira, (12) a 21 anos de reclusão em regime fechado
Por Folha Web
Em 14/03/2018 às 18:00

A. A. de L., foi condenado pelo Tribunal de Júri  nessa terça-feira, (12) a 21 anos de reclusão em regime fechado pela morte de seis pessoas em acidente de trânsito que ocorreu em julho do ano passado. Na ocasião do acidente, o réu dirigia embriagado e em velocidade acima do permitido. A ação ocorreu a pedido do Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR).

Durante o julgamento, os jurados acataram integralmente a tese do Ministério Público para condenar o réu por homicídio qualificado, uma vez que agiu com dolo eventual, ou seja, assumiu o risco de causar a morte ao gerar perigo comum e dificultar qualquer chance de defesa das vítimas.

Conforme a denúncia oferecida pelo MPRR, o crime ocorreu em julho de 2017, nas proximidades do Igarapé Grande, BR-174. Na ocasião, o réu conduzia um ônibus em velocidade acima do permitido quando invadiu a contramão e colidiu com o automóvel ocupado pelas vítimas.

De acordo com o promotor de justiça, Igor Naves, responsável por sustentar a acusação no júri, acidentes como os que levaram a morte das seis vítimas não podem ficar impunes, principalmente por envolver imprudência, excesso de velocidade e embriaguez ao volante.

“O Brasil é 5º país no mundo com mais mortes no trânsito, sendo que em 2017 morreram em decorrência de acidentes automobilísticos 47 mil pessoas, tendo outras 400 mil pessoas sequeladas. Isso significa que uma pessoa morre a cada 15 minutos no trânsito”, lembra, ao ressaltar que o MPRR está atento e pedirá a punição com rigor para aqueles que comentem assassinatos ao dirigir.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!