MAIS UM CASO
Homem é encontrado decapitado e com os braços e pernas amarrados
As características são de uma execução relacionada ao confronto de facções; Vítima ainda não foi identificada
Por João Barros
Em 11/07/2018 às 07:30
O corpo estava com braços e pernas amarrados e foi encontrado por populares em uma região de chácara próximo ao Distrito Industrial (Foto: Nilzete Franco/Divulgação)

Populares que vivem numa região de chácara do bairro Governador Aquilino Mota, onde fica o Distrito Industrial de Boa Vista, na zona Sul da cidade, encontraram na tarde de ontem, dia 10, por volta das 17h, um corpo do sexo masculino, ainda não identificado, decapitado e com braços e pernas amarrados. As características são de uma execução relacionada ao confronto de facções. A cabeça estava ao lado do corpo.

Segundo o relato de alguns moradores da região, em horário próximo às 16h30, um veículo modelo Chevrolet/Celta, cor cinza, com vidros escuros, esteve na região e cerca de meia hora depois o cadáver foi encontrado. A suspeita é de que o veículo tenha sido usado para transportar tanto os envolvidos no crime quanto a vítima.

A Polícia Militar esteve no local e informou à equipe da Folha que foi acionada via Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) para ir até o endereço informado na denúncia e que ao chegar se deparou com o corpo, num matagal. Segundo um dos policiais, ainda está sendo feito o levantamento da identificação pelas características físicas e pelas tatuagens que a vítima tem no corpo. “Provavelmente a briga de facções tenha sido o motivo da morte”, destacou.

Nenhum documento foi encontrado nos bolsos da bermuda que o cadáver trajava. A área foi isolada pela PM para impedir que o local fosse violado, enquanto aguardava a chegada da Perícia Criminal e agentes da Delegacia-Geral de Homicídios (DGH) para fazerem a investigação do caso. Ao fim dos trabalhos da perícia, o corpo foi removido pela equipe do Instituto de Medicina Legal (IML) e será examinado nesta quarta-feira, dia 11. (J.B) 

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!