VIOLÊNCIA
Homem é preso acusado de estuprar neta de companheira
Criança de 11 anos foi levada para um matagal onde foi abusada sexualmente
Por João Barros
Em 11/10/2017 às 16:00
(Foto: Divulgação)

Agentes do Núcleo de Proteção ao Idoso e a Criança, sob a coordenação da delegada Eliane Gonçalves, prenderam nesta quarta-feira, 11, o brasileiro W.N.S., de 39 anos, por Estupro de Vulnerável.

A vítima foi uma criança de 11 anos, neta da companheira do suspeito, que foi encontrado no bairro Operário, zona Oeste de Boa Vista (RR) e confessou o crime.

"No final de semana passado, a mãe nos procurou e comunicou que tinha uma suspeita de que a filha de 11 anos havia sido abusada sexualmente. Imediatamente nós começamos as investigações e infelizmente concluímos que, de fato, o abuso estava acontecendo e que o abusador é esse senhor que vive com a avó materna da criança abusada. Ele pediu para a mãe da criança deixar que ela fosse com ele na moto para buscar uma filha de cinco anos, que ele tem com outra mulher. A mãe permitiu e no caminho, ele desviou e foi para um matagal, onde aconteceu o abuso da criança. Depois da gente ter certeza dos fatos, eu solicitei a prisão preventiva que foi decretada e acabamos de cumprir", explicou a delegada.

A avó não tinha ideia dos fatos segundo a delegada. "As testemunhas contam que ele vinha organizando as coisas de uma forma que a gente crê que ele pensava em ficar com a menina como mulher. Ele falava para a criança que iria arrumar uma casa só para ele e ela. Então, supõem-se ele tinha intenção de largar da vó e ficar com a neta".

Após passar pelo exame de corpo de delito, o preso vai ser recolhido à Pamc, onde ficará à disposição da justiça.

"Todas as providências foram tomadas em relação à criança. Nós levamos ela para o IML (Instituto de Medicina Legal), de lá foi para o Hospital da Criança para receber medicação e fazer exames para detectar se tem alguma Doença Sexualmente Transmissível (DST)".

Confira a matéria completa na Folha impressa desta quinta-feira, 12.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!