MORTES NA PA
IML identifica quatro corpos de presidiários
Ao todo, 22 corpos já foram periciados pelo IML
Por Folha Web
Em 06/01/2017 às 18:00
Familiares de presos se reúnem em frente a ao IML (Foto: Wenderson de Jesus)

A Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania) informa que até o momento quatro presos assassinados na chacina ocorrida na manhã de sexta-feira foram identificados e liberados para as famílias.

O número de mortos registrados na Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo) também mudou. Inicialmente o número era de 33 mortos, mas após o trabalho da perícia foi constatado que a real quantidade é de 31 mortos.

Segundo a Sejuc, o IML (Instituto Médico Legal) designou seis peritos (médicos legistas e odontolegistas) e seis auxiliares de necropsia para agilizar os trabalhos de liberação dos corpos dos detentos e 22 já foram periciados pelo IML.

Evaldo Marson disse: Em 06/01/2017 às 18:30:59

"Roraima chega aos seus 35 anos mostrando o retrato da competência de seus gestores. A herança de homens e mulheres compromissados somente consigo próprio deixa um legado homicida. Assassinos da esperança, das boas perspectivas, de um futuro melhor. O reflexo disso é o alto índice de suicídios entre jovens, destruição dos valores básicos da vida racional, barbárie no presídio, falência de empresas estratégicas como CERR, CODESAIMA, desperdícios pir todo lado e constante noticias de corrupção e descaso. Ouço muitos dizerem que bandido bom é bandido morto. Aproveito para adicionar um novo bordão: Governo bom é governo morto. Acorda Roraima. Troca todos, mas escolha melhor "