DIA DAS CRIANÇAS
Ipem faz fiscalização de brinquedos nas lojas da Capital desde 2ª-feira
Finalidade da fiscalização é verificar se os produtos estão certificados e dentro das normas exigidas pelo Inmetro
Por Folha Web
Em 04/10/2017 às 00:50
Equipe de fiscais do Ipem está realizando a “Operação Dia das Crianças” (Foto: Hione Nunes)

Encerra hoje a “Operação Dia das Crianças”, que fiscaliza estabelecimentos que comercializam brinquedos em Boa Vista. Quatro fiscais do Instituto de Pesos e Medidas de Roraima (Ipem-RR), órgão delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), estão percorrendo, desde segunda-feira dia, 02, as lojas para verificar se os produtos estão dentro das normas.

Segundo o diretor técnico de Metrologia e Qualidade do Ipem, Alfredo Gadelha, as fiscalizações se restringem ao comércio formal, por isso é importante alertar o consumidor sobre os riscos de comprar no comércio informal, pois, além de haver como reclamar, caso haja problema nos produtos, existem brinquedos que expõem as crianças a riscos.

Gadelha destacou que os consumidores devem estar atentos para observar na embalagem dos brinquedos a identificação que indica que o produto atende aos requisitos de segurança, além de trazer dados obrigatórios como a restrição de faixa etária.

Segundo o diretor, o material apreendido nas fiscalizações é levado para um depósito na sede do Ipem. O comerciante terá dez dias para apresentar a defesa quanto aos produtos apreendidos, juntamente com a nota fiscal. Caso isso não ocorra, ele poderá ser multado de R$ 100,00 a R$ 2.500,00. Entretanto, se ficar provado que o fabricante forneceu indevidamente o produto, a multa será direcionada ao fornecedor. "Os produtos sem selo do Inmetro serão destruídos”, frisou Gadelha.

DICAS - Procure pontos de venda legalmente estabelecidos, jamais em mercado paralelo. Ensaios conduzidos pelo Inmetro em produtos não certificados nos laboratórios evidenciaram várias irregularidades, em especial a presença de metais pesados e substâncias que podem ser nocivas à saúde se utilizada acima dos limites estabelecidos pelo regulamento.

Compre somente brinquedos que contenham o selo com a marca do Inmetro. A presença dele é obrigatória e indica que o produto, antes de ser colocado no mercado, foi submetido a ensaios em laboratórios acreditados e atendeu a requisitos mínimos de segurança. O selo deve estar sempre visível, impresso na embalagem, gravado ou numa etiqueta afixada no produto, e deve conter a marca do Inmetro e o logotipo do organismo acreditado pelo Inmetro que o certificou. Todo brinquedo importado também deve ser submetido a ensaios em laboratórios acreditados ou reconhecidos pelo Inmetro e deve trazer o selo, bem como todas as informações presentes na embalagem e no manual de instrução em língua portuguesa, e especificar as informações de matérias-primas usadas no mesmo.

Selecione o brinquedo considerando a idade, o interesse e o nível de habilidade da criança. A faixa etária a que ele se destina deve constar na embalagem, assim como informações sobre o conteúdo, instruções de uso, de montagem e eventuais riscos associados à criança, além do CNPJ e do endereço do fabricante.

As informações obrigatórias na embalagem demonstram a responsabilidade do fabricante ou importador. Se você tem filhos em idades diferentes, redobre a atenção para que os menores, em especial aqueles de até 03 anos, não tenham acesso aos brinquedos dos mais velhos. Alguns produtos podem conter partes cortantes ou muito pequenas, que podem se desprender e ser ingeridas ou mesmo inaladas, causando sufocamento.

Na hora da compra, exija nota fiscal, tíquete do caixa, recibo ou equivalente que somente empresas legalizadas possuem. Esse simples hábito pode favorecer a reclamação do consumidor no caso de o produto ser impróprio para consumo e/ou defeito do mesmo.

Retire a embalagem do brinquedo antes de entregá-lo à criança, a fim de prevenir acidentes com grampos e similares, e até mesmo o risco de sufocamento. Leia com atenção as instruções de uso presentes na embalagem ou em seu interior e procure repassar estas instruções para a criança.

Procure, ainda, supervisionar o uso do brinquedo pelas crianças. Os responsáveis devem redobrar a atenção com brinquedos eletrônicos. Se usados indevidamente, ou se mal projetados ou construídos, podem causar graves acidentes, como choque elétrico ou queimaduras.

Lojas de brinquedos investem em atrativos para o Dia das Crianças

Nos dias que antecedem o Dia das Crianças, as lojas de brinquedos em Boa Vista estão apostando na decoração diferenciada, serviços como distribuição de doces e até músicas infantis. A finalidade é impulsionar as vendas nesta que é uma das principais datas promocionais do ano. Mas há um fator especial que atrai a atenção das crianças: os acessórios coloridos espalhados por todo ambiente comercial que chamam a atenção para os produtos, sobretudo aqueles ligados a personagens conhecidos, como Homem Aranha, Ben 10, Polly e outros.

Conforme a gerente de uma loja de brinquedos na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, Teresa Fonseca, a preferência das meninas é pelos enfeites coloridos que decoram a sessão de bonecas. A dos meninos é por pequenos brindes de super-heróis. "Cada vez mais informadas e exigentes, tal como os adultos, as crianças não apenas opinam, mas escolhem os brinquedos e a decoração. O colorido impulsiona essa escolha”, disse a gerente.

Número de inadimplentes cai em Roraima no primeiro semestre de 2017

A inadimplência em Roraima sofreu uma leve queda de apenas 1% no primeiro semestre de 2017 em relação ao mesmo período do ano passado, segundo informações do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). Mas a expectativa para as vendas no comércio local para o Dia das Crianças é boa.

Na opinião do economista Dorcílio Erik, a economia do País passa por uma recuperação lenta do consumo e o número total de inadimplentes tem regredido. Ele disse que o consumidor está com um poder de consumo maior em 2017 em relação a 2016, o que gera boa expectativa aos empresários.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!