EDITAL DE CULTURA
Itaú Cultural lança edital e busca participação de artistas de Roraima
As inscrições estão abertas a partir desta terça-feira, (29)
Por Raisa Carvalho
Em 29/08/2017 às 00:40
Um dos primeiros editais de cultura do Brasil, o programa Rumos 2017-2018 do Itaú Cultural abre as inscrições a partir desta terça-feira, (29), para todo o país (Fotos Agencia)

Um dos primeiros editais de cultura do Brasil, o programa Rumos 2017-2018 do Itaú Cultural abre as inscrições a partir desta terça-feira, (29), para todo o País. O lançamento ocorreu nessa segunda-feira, (28), na sede do Itaú Cultural, em São Paulo. Este ano, a comissão de seleção irá percorrer por todas as regiões do Brasil durante a caminhada Rumos. A proposta é aumentar a participação de estados das regiões Norte e Nordeste do País, que tem poucos números de inscrições. Roraima está entre eles, o estado foi contemplado apenas uma vez em vinte anos de existência do edital.

De acordo com o diretor do Itaú Cultural, Eduardo Saron, a caminhada será ampliada por uma ação diferenciada, com um olhar mais atento.

Além de Boa Vista (RR), a visita irá passar por Aracajú (SE), Campo Grande (MS), Cuiabá, (MT), Macapá (AP), Maceió (AL), Palmas (TO), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC) e Teresina (PI).

"Nestas localidades, o encontro será mais dinâmico de modo a lançar um olhar mais apurado, exercer uma escuta e discutir a cena cultural local, identificar as suas potências, dificuldades, melhorias e necessidades".

Segundo ele, o Itaú Cultural identificou nelas um baixo número de inscrições no Rumos. "Isso reflete questionamentos recorrentes da distância geográfica, isolamento, falta de investimentos públicos, de distribuição de recursos", relatou. As visitas ocorrem no período de 04 de setembro a 26 de outubro.

Saron explica que para selecionar os projetos, o edital irá buscar diversidade. "O belo é a diversidade, estamos buscando por esses dez estados, por que notamos que existe um aquém, e percebemos que precisamos fazer uma leitura desses artistas, que muitas vezes ficam a margem dos grandes centros culturais. É preciso tratar esses artistas de uma forma diferente. Por conta dessa baixa, resolvemos investir mais no diálogo inicial com eles. Faz parte de uma iniciativa de entender melhor a diversidade do País. O Brasil precisa ter uma política para as artes. A prova disso é a fragilidade da Funarte, que foi criada em 1976 e está com dificuldade de se manter” diz Saron.

Inscrições

Para participar, basta se inscrever gratuitamente no site rumositaucultural.org.br no período de 29 de agosto até 03 de novembro nas modalidades Criação e Desenvolvimento, Documentação ou Pesquisa.

Podem ser inscritos projetos ou trabalhos sobre arte e cultura brasileira em qualquer expressão artística ou intelectual, apresentados em qualquer tipo de formato.

A comissão de seleção analisará o orçamento do projeto e irá divulgar o resultado até o dia 28 de maio de 2018. Os inscritos serão avaliados por uma comissão formada por 40 profissionais do instituto com atuação em diferentes regiões do País. A edição deste ano terá como novidade ferramentas de acessibilidade para ampliar o alcance do edital chegando a pessoas com deficiência, com ícones em libras e site compatível.

A Jornalista Raisa Carvalho participou da coletiva de imprensa a convite do Itaú Cultural.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!