CRIMINALIDADE
Jovem é morto com sete tiros enquanto cortava o cabelo
Por João Barros
Em 16/04/2018 às 01:29
Ainda não está esclarecido o crime que vitimou Jeferson Lima Conceição

Os crimes de homicídio ultrapassaram os limites da Capital, onde a incidência é maior, e chegaram aos municípios do interior. Por volta das 10h do sábado, dia 14, um homem identificado como Jeferson Lima Conceição, de 29 anos, foi assassinado com sete tiros enquanto cortava o cabelo em um salão de beleza localizado na avenida Ayrton Senna, bairro Campolândia, no município de Rorainópolis, cerca de 290 quilômetros de Boa Vista, na região sul.

De acordo com um policial militar que atua no município, o funcionário do salão que cortava o cabelo da vítima disse que o autor do crime entrou pela porta com arma em punho, pediu que ele se afastasse para não ser atingido e fez os disparos quase à queima roupa, de modo que, a vítima não teve chance alguma de defesa.

Em seguida, o criminoso saiu do estabelecimento, montou numa motocicleta e fugiu. A Polícia Militar foi acionada e em pouco tempo muitos curiosos já haviam tomado a rua e a frente do salão. Agentes da Polícia Civil também foram ao local para dar início às investigações.

Ao fim dos trabalhos da perícia, na tarde de sábado, o corpo foi removido pelo IML (Instituto de Medicina Legal), para exame de necropsia que vai definir a causa da morte. O corpo chegou a Boa Vista às 19h30 do sábado. Na manhã de domingo foi liberado à família.

A reportagem da Folha conversou com uma irmã de Jeferson. Muito abalada, ela relatou que não sabe qual a motivação do homicídio e que também busca esclarecimentos. Ela informou que não conhece e não tem suspeita de quem cometeu o crime. “Meu irmão era uma pessoa muito boa. Agora acabou tudo”, disse.
A irmã contou que Jeferson deixa uma filha de seis anos e a esposa. O cadáver será transladado até Rorainópolis, onde será sepultado. Até o fim da tarde de ontem, dia 15, a Polícia fazia buscas pelo autor dos disparos que continua foragido. (J.B)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!