EUA
Justiça nega recurso de Trump sobre veto a entrada de imigrantes
Com isso, a decisão mantém o bloqueio suspenso até que o caso seja julgado por completo
Por Folha Web
Em 05/02/2017 às 14:50
Justiça americana nega pedido do Trump que impede a entrada de estrangeiros muçulmanos no EUA (Foto: Mandel Ngan/AFP/Getty Images)

A Justiça dos Estados Unidos negou na madrugada deste domingo, 05, pedido do presidente Donald Trump para restaurar a ordem do executivo que barra a entrada de imigrantes de sete países de maioria muçulmana no país.

Com isso, a decisão mantém o bloqueio suspenso até que o caso seja julgado por completo. O governo Trump pedia para retomar a medida imediatamente.

O 9º Tribunal de Apelações Americano, em São Francisco, negou o recurso e determinou que o Departamento de Justiça e as partes que questionam a medida apresentem novos argumentos até a tarde desta segunda-feira, 06.

O pedido para suspender a ordem de Trump veio dos promotores estaduais, que consideraram o decreto que barra imigrantes inconstitucional. Já o Departamento de Justiça argumenta que os Estados não possuem autoridade para questionar uma ordem do Executivo e que o presidente tem "autoridade indiscutível" para impedir qualquer grupo estrangeiro de entrar no país.

Na sexta-feira, 03, o Tribunal criticou o juiz James Robert, que tomou a decisão. Com a suspensão do decreto, os cidadãos dos sete países de maioria muçulmana (Iêmen, Irã, Iraque, Líbia, Síria, Somália e Sudão) que estavam impedidos de entrar nos EUA por 90 dias passam a ser aceitos pelas companhias aéreas no embarque de voos para solo americano, o que acabou provocando uma corrida para aeroportos da Europa e Oriente Médio.

Com informações do Jornal Folha de São Paulo.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!