JUSTIÇA
Lei Estadual punirá praticantes de trotes
Principais alvos de trotes são serviços de Polícia, Samu e Corpo de Bombeiros
Por Folha Web
Em 18/05/2017 às 23:00
(Foto: Pesquisa por imagem)

Os praticantes do famoso trote, uma prática irresponsável e costumeira entre adolescentes e adultos desprovidos de bom senso, serão punidos a partir de agora ao rigor da lei estadual 1.181/2017, em vigor desde o dia 10 de maio de 2017.

Os alvos dos trotes geralmente são as instituições que prestam os chamados serviços essenciais como o 190 do Centro de Operações da Polícia Militar (COPM), o 192 Serviços de Assistência Médica de Urgência (Samu) e o 193 do Corpo de Bombeiros (CB).

A legislação tem como objetivo coibir essa prática, evitando dessa maneira a perda de tempo desses profissionais, que se deslocam para atender um chamado e quando chegam ao local constatam que inexiste o fato descrito por telefone.

Legislação fará com que o criminoso prove do próprio veneno, uma vez que a mesma tecnologia utilizada para praticar o trote será grande aliada para coibir essa prática.

Os recursos provenientes desses atos criminosos serão utilizados na estrutura administrativa e pessoal.

Com informações da Secom ALE-RR

Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!