BAIRRO BURITIS
Líder do PCC atira contra PMs e morre em confronto com a polícia
Segundo a Sejuc, depois de cercado, Anderson dos Santos Oliveira, o André Pelegrino, abriu fogo contra os policiais
Por Tarsira Rodrigues
Em 09/07/2018 às 00:55
Foragido da Penitenciária, André Pelegrino morreu em resposta policial após atirar contra PMs (Fotos: Divulgação Polícia)

Uma operação de captura, acionada após denúncia anônima, acabou na morte de Anderson dos Santos Oliveira, conhecido como André Pelegrino. Segundo a Polícia, ele era um dos líderes do PCC (Primeiro Comando da Capital) em Roraima. O fato aconteceu nessa sexta-feira, no bairro Buritis.

A ação envolveu integrantes da Polícia Militar de Roraima (PM-RR) e da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), por meio de agentes policiais da Força Tática (Choque), Batalhão de Operações Especiais (Bope) e Divisão de Captura (Dicap).

Segundo informações da Sejuc, equipes da Dicap receberam a informação da localização de André Pelegrino, em uma residência no bairro Buritis, e logo o Bope foi acionado para a ação policial.

O local foi cercado e Anderson teria aberto fogo contra os militares, que responderam atirando contra o foragido. Ao ser atingido, ele foi levado ao Pronto Socorro Francisco Elesbão, mas não resistiu ao ferimento e morreu.

Com André Pelegrino foi apreendida uma pistola Taurus modelo 840, calibre .40, um carregador de pistola .40 e quatro munições. Foragido desde o dia 8 de junho da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), ele cumpria pena superior a 16 anos pelos crimes de roubo, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

O local da ocorrência foi isolado até a realização da perícia. O caso foi encaminhado para a Central de Flagrantes, no 5º DP (Distrito Policial) da Polícia Civil. 

O Instituto de Medicina Legal de Roraima (IML), liberou o corpo de Anderson no final de semana para ser velado e sepultado. 

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!