CULTURA
Literatura de cordel e poesia no Amazônia das Artes
A apresentação ocorre nessa segunda-feira (03) no teatro Jaber Xaud, no Sesc Mecejana, a partir das 20 horas. A entrada é franca
Por Folha Web
Em 03/07/2017 às 00:37
Foto: Divulgação

A literatura volta à cena do Sesc Amazônia das Artes com o espetáculo “Romances D’Amores além-mar nos sertões de dentro” nessa segunda-feira (03) no teatro Jaber Xaud, no Sesc Mecejana, a partir das 20 horas. A entrada é franca.

A produção vai explorar todo o lirismo da poesia através do mais nordestino dos gêneros literários: o cordel. O espetáculo produzido por Vagner Ribeiro em parceria com o Grupo Valor de Pi celebra a alegria e a tradição das manifestações populares do Brasil. A performance reúne música, poesia e teatro.

A apresentação traz como roteiro as andanças de um poeta que vende folhetos de cordel em feira, onde recita e narra histórias fantásticas de amor, sabedoria popular, filosofia de caboclos e profecias de um mundo de paz através dos livros de cordel. O público vai pegar carona com esse personagem e com ele vai fazer uma viagem pela literatura brasileira.

Vagner Ribeiro

Vagner Ribeiro nasceu em Piripiri – PI, em 22 de junho de 1973. Filho de Elias Ribeiro, um conhecido quitandeiro da Rua de Cima, em Piripiri. A influência musical deu-se por parte de seu avô Antônio Coutinho e seu tio Zé Chico, ambos amantes da música executada ao Violão. Na adolescência, Vagner Ribeiro participou do grupo de jovens JAC (Jovens Amigos de Cristo) onde desenvolveu a prática musical ao tocar em encontros de jovens, missas, casamentos etc.

Como líder da banda “Valor de PI” o compositor interpreta músicas próprias, resgata, fomenta e divulga valores da cultura piauiense, elementos presentes nas tradições populares como Reisado, Divino, Roda de São Gonçalo, Poesia Cabocla, Filosofia Popular, enfim, uma pesquisa musical fundamentada nas manifestações culturais.

Programação

A apresentação tem continuidade nessa terça-feira (04) com o espetáculo musical "Três matutos e um Arigó”, às 20 horas. E na quarta-feira (05) com “Nina Brincadeira de Menina”, com a artista Ester Sá, do Pará, ambos no Sesc Mecejana com entrada Franca.

Amazônia das Artes

O circuito Amazônia das artes é realizado pelo Sesc e reúne apresentações de dança, música, teatro, performance e cinema durante o mês de julho.

Ao todo são trinta e uma mostras de artes visuais, oitenta e um espetáculos de artes cênicas que contemplam dança, teatro e circo, quarenta e seis apresentações musicais, exposições de trinta e seis obras audiovisuais, doze trabalhos literários e quatro intervenções urbanas. Em dez anos, foram realizadas mais de 1.500 apresentações com mais de 700 artistas dos estados.

Em sua 10ª edição, o Amazônia das Artes desenvolve uma rede de intercâmbio das artes e da cultura. Além das apresentações artísticas em diversas linguagens. Fazem parte do circuito, artistas do Acre, Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Maranhão, Amapá, Tocantins e o Piauí.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!