ESPECIAL DIA DAS MÃES
Mães devem observar o espaço para a brincadeira dos filhos
Pediatra explica que a supervisão dois pais é a chave de segurança
Por Raisa Carvalho
Em 14/05/2017 às 14:00
(Foto: Divulgação)

Quem tem filhos possuem um cuidado especial na hora de escolher o local para sair, a principal preocupação é o espaço destinado para as crianças em restaurantes, shoppings e praças.

Sempre observadora, a maquiadora Lyvia Carvalho, mãe do Eduardo de dez anos explica que na hora de sair, é ele quem escolhe o local.

“Como ele já tem dez anos, ele já é mais comportado, o espaço tem que ter jogos, videogames, coisas mais dinâmicas para que ele não fique entediado. Alguns espaços só tem brinquedos para crianças até 7 anos. Eu tenho amigas que tem locais que elas não vão com os filhos porque não tem monitor nem brinquedoteca paraos filhos”, explicou.

Outro exemplo é a jornalista Adria Santos, mãe de Luiza de cinco anos que conta que quando sai para almoçar, logo observa se tem espaço para a filha.

“Esses espaços são importantes para a interação das crianças e por serem um atrativo para elas enquanto a comida não chega. O empresário que tem essa visão coloca um espaço pensando justamente nas famílias. As crianças gostam tanto que as vezes nem querem ir embora”, explicou.

A pediatra Ana Carolina Brito ensina o que deve ser observado na hora de escolher um local.

“De olho na garotada em busca de novidades a todo o momento. As atrações oferecem opções de entretenimento aos pequenos, que podem brincar, interagir com outras crianças e aprender enquanto os pais fazem suas compras. Escolas, parquinhos e outras áreas de lazer devem garantir um ambiente seguro” conta.

Existe uma série de normas técnicas que contempla brinquedos de playground, por exemplo, os espaços não devem ser instalados sobre pisos de concreto, mas grama, areia ou cavaco de madeira, conservados para evitar contaminações.

“Os pisos de borracha são opções excelentes se atenderem a normas específicas e passarem por testes de segurança”, ressaltou.

A pediatra explica que a fiscalização e supervisão dois pais é a chave de segurança. “Observe também as faixas etárias, cada criança deve usar brinquedos adequados a sua idade”, explicou.

Crianças menores de seis anos não podem transitar sozinhas no local, especialmente quando há escadas no ambiente.

 

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!