BALANÇO ELEIÇÕES
Mais de 20 detidos pela PRF; 10 por crimes eleitorais
Segundo a PRF, foram fiscalizadas 2.273 pessoas além de apreendidos munições, drogas e cargas
Por Folha Web
Em 03/10/2016 às 09:30
Das mais de duas mil pessoas fiscalizadas, 21 foram presas em ações da PRF (Foto: Divulgação)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresentou nesta segunda-feira, 03, o balanço geral das ocorrências realizadas durante a operação Eleições 2016, realizada no período de 28 de setembro até 02 de outubro.

Conforme o órgão, a operação teve como objetivo reforçar o policiamento nas rodovias federais, buscando a preservação da ordem pública, o cumprimento das atribuições institucionais dentro dos municípios transfronteiriços, interior e capital, assim efetivando a ostensividade da PRF através de Policiamento e Fiscalização, cujo foco foi aumentar a sensação de segurança aos condutores que transitavam pelo estado a fim de exercer a cidadania com o ato democrático de votar.

Além das ações de rotina, o órgão de suporte as atividades executadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RR) e demais órgãos (MPF, DPF, FFAA, PCRR e PMRR), que estiveram incumbidos de coibir e reprimir atos que configurassem crimes eleitorais, o que de fato permitiu maior efetividade e extensão do Poder Público onde havia maior probabilidade de incidência criminosa.

Segundo a PRF, foram fiscalizadas 2.273 pessoas, sendo 21 pessoas detidas, das quais 10 estavam envolvidas supostamente com crimes eleitorais. Além disso, foram apreendidas 03 armas de fogo, 43 munições, R$ 416,00 em espécie, 1,1 quilo de pasta base de cocaína, 03 veículos e mais de 115 mil quilos de carga transbordada.

As atividades aconteceram na Capital, Bomfim, Normandia, Pacaraima, Caracaraí, Iracema, São Luiz do Anauá, São João da Baliza, Caroebe e Rorainópolis, com mais 08 equipes dispostas nas 6 rodovias federais do estado.

As ocorrências foram encaminhadas à Polícia Judiciária e, em alguns casos, demandadas ao Ministério Público Federal, quando relacionadas aos crimes eleitorais.

Com informações do Núcleo de Comunicação Social da Polícia Rodoviária Federal de Roraima (Nucom PRF/RR).

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!