VIOLÊNCIA
Mais uma pessoa é assassinada no garimpo
No último dia 2, um assassinato ocorreu no garimpo em Mucajaí. O segundo foi esta semana, na região do rio Uraricoera, município de Alto Alegre
Por Tarsira Rodrigues
Em 11/07/2018 às 15:51
A segunda vítima foi Alismar Silva, de 27 anos (Fotos: Divulgaçã)

Já está em Boa Vista o corpo de Alismar Soares da Silva, de 27 anos, que foi assassinado em uma área de garimpo às margens do rio Uraricoera, no território do município de Alto Alegre, a Centro-Oeste de Roraima. Ele foi morto a tiros e o crime ocorreu, segundo apurado pela equipe de reportagem da FolhaWeb, na segunda-feira, dia 9.


O homicídio ocorreu em área de difícil acesso, com isso o carro do IML (Instituto de Medicina Legal) se deslocou até um ponto acessível da estrada para onde o corpo foi levado. Não há informações sobre os suspeitos do crime.


Um familiar, que pediu para não ser identificado, não soube informar detalhes sobre o caso e disse que não saberia a motivação do crime. A principal suspeita é de que a vítima tenha se envolvido numa discussão e acabou sendo alvejado e morreu no local.


Na manhã desta quarta-feira, dia 11, um irmão de Alismar fez o reconhecimento e liberação do corpo no IML. O caso será investigado pela Polícia Civil. Na semana passada, um vendedor autônomo, Elivanio Linhares de Mesquita, de 45 anos, também foi morto. Dessa vez, o homicídio ocorreu em um garimpo que fica na região de Mucajaí. O crime, ocorrido no dia 2, teria sido motivado por uma discussão que a vítima teve com o assassino.


Como a região é de difícil acesso, o IML foi acionado para atender a ocorrência e chegou a realizar a viagem para fazer a remoção do cadáver, mas teve que desistir no caminho devido às condições da estrada. Diante das dificuldades, somente no fim da tarde da terça-feira, dia 3, já em estado de decomposição, o corpo chegou à Boa Vista, enrolado numa lona preta. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar as causas do crime e descobrir a autoria.

Colaborou João Barros.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!