MAFIR
Matadouro reabre nesta terça-feira após interdição
A informação é do Deputado Estadual Jânio Xingu que publicou em sua rede social que a reforma já foi concluída
Por Folha Web
Em 14/11/2017 às 14:00
Sem realizar o abate, desde o dia 18 de setembro, o Governo do Estado reabriu o Matadouro Frigorífico e Industrial de Roraima (Mafir) nesta terça-feira (14) (Foto:Divulgação)

Sem realizar o abate, desde o dia 18 de setembro, o Governo do Estado reabriu o Matadouro Frigorífico e Industrial de Roraima (Mafir) nesta terça-feira (14) agora com as normas fitosanitárias em dias. A recomendação de fechamento por parte do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento exigiu que o Governo do Estado cumprisse uma lista de exigências contendo 54 itens para readequação do Mafir, sendo 40 itens relacionados à reforma e manutenção do prédio.

A informação é do Deputado Estadual Jânio Xingu que publicou em sua rede social que a reforma já foi concluída. "Mafir voltará atender centenas de pecuaristas de pequeno porte e mais de 700 pais de família que trabalham com espetinhos de carne" publicou.

A Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima) informa que o Mafirr (Matadouro Frigorífico e Industrial de Roraima) volta a funcionar com abate supervisionado de 60 cabeças.

 Foram feitas adequações em 174 itens do Mafirr (mais de três vezes  o número de solicitação feito pelo Ministério da Agricultura), por orientação da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima).

Nesse sentido, foi liberado o Selo de Inspeção Estadual (SIE 097), passando a competência da fiscalização para a Aderr.

A principal exigência era a recuperação da sala de abate, mas também foram recuperados os banheiros e outros ambientes do Mafirr, além da substituição de todas as telas de proteção.

Após o abate supervisionado, que vai ocorrer na terça-feira, dia 21, as atividades voltam ao normal no Mafirr, com abate de 150 cabeças de gado por dia, a partir do dia 22 de novembro.

 

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!