SANTA MARIA DO BOIAÇÚ
Ministério dos Transportes estuda viabilidade de construção de porto
Na visão do Ministério dos Transportes, não há impeditivo para a inclusão da localidade no Plano Nacional de Viação
Por Vanessa Vieira
Em 20/03/2017 às 01:49
Deputado Remídio Monai defende a construção do porto em Santa Maria do Boiaçú (Foto: Arquivo/Folha)

O Ministério dos Transportes, por meio da Secretaria Nacional de Infraestrutura, apresentou relatório do estudo de viabilidade técnica de instalação portuária pública de pequeno porte (IP4) na Vila de Santa Maria do Boiaçú, no município de Rorainópolis, na região Sul do Estado.

O deputado federal Remídio Monai (PR) participou da reunião na semana passada e defendeu, em entrevista ao programa Agenda Parlamentar de sábado, 18, a implantação do porto no Baixo Rio Branco. “Estamos buscando junto ao ministro [dos Transportes] Maurício Quintela alocar recursos para construir um pequeno porto que vai atender aquela região no transporte de carga e de passageiro. Já tem parecer técnico e está tudo ok”, disse.

Nesta semana, em Brasília, Remídio pretende retomar a discussão do projeto de lei nº 1918/1999, de autoria do ex-senador Mozarildo Cavalcanti, que visa incluir o porto de Santa Maria do Boiaçú na relação dos portos marítimos nacionais do Plano Nacional de Viação. Na visão logística de transportes, não há impeditivo para a inclusão da localidade no Plano Nacional de Viação, uma vez que Roraima possui vocação territorial para o transporte hidroviário.

“Quero pedir ao presidente [deputado Rodrigo Maia, DEM], que coloque em votação o projeto com a inclusão do porto de Santa Maria. Quero agilizar para que a gente consiga atender a população do Baixo Rio Branco. Com o porto naquela região, teremos condições de fazer o embarque e desembarque de cargas e passageiros”, citou.

Após a construção do porto, o próximo passo será agilizar o asfaltamento da BR-431, que liga a Vila Jundiá à Vila de Santa Maria do Boiaçú, ambas no município de Rorainópolis. “O objetivo é ligar o porto à estrada e fazer o carregamento e descarregamento de carga no porto e pegar a estrada. Essa é uma das formas de infraestrutura que eu penso para Roraima, para que quando a produção de soja e algodão estiver despontando a gente possa escoa-la, assim como importar insumos por ali”, disse.

MOSCA DA CARAMBOLA – O deputado federal Remídio Monai (PR) está pedindo apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) na luta pelo controle e erradicação da mosca da carambola. “Essa é uma das questões que assombra Roraima. O Governo Federal identificou que Roraima tem a mosca da carambola e precisamos trabalhar essa questão, até porque alguns produtores chegam a dizer que essa mosca não existe”, disse.

O parlamentar defende a regulamentação de uma instrução normativa, que possibilite aos municípios livre da infecção o direito de exportar. “Pedi apoio do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, para que essa situação seja regulamentada porque não são todos os municípios que estão com esse problema. O Estado inteiro não pode pagar se um município tem ocorrência da mosca. Os outros podem ser liberados para exportar hortifrutigranjeiro”, comentou. “Os produtores estão sendo prejudicados, tão jogando fora a produção porque não podem exportar para o Amazonas e outras regiões porque a fruta não passa no Jundiá. Acho isso um crime com Roraima”, acrescentou. (V.V)

Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!