AMAJARI
Moradores de Vila Nova reivindicam melhorias em vicinais
Algumas pessoas da comunidade, por conta própria, tiveram que tentar tapar buracos para diminuir os atoleiros.
Por Raisa Carvalho
Em 08/07/2018 às 15:20
A principal estrada da localidade teve que receber reparos dos próprios moradores

A população de Vila Nova, no município de Amajari, se reuniu para melhorar as condições da estrada de principal acesso da comunidade. Por conta própria, moradores realizaram um trabalho de reparação na visa, usando barro para tapar buracos e diminuir os atoleiros. Durante a ação, eles gravaram um vídeo reclamando da falta de acesso.


No vídeo, o denunciante pede providências para que prefeitura da cidade e cobram uma solução da Secretaria Municipal de Obras. "Nós estamos na entrada das chácaras da Vila Nova, todo mundo unido para fazer o bem, porque quando as pessoas estão unidas não têm nada difícil. Entendeu? É uma coisa fácil de fazer e nós fazemos. Dona Vera [prefeita] olhe mais para os seus secretários, você é uma pessoa do bem [sic]" relata o denunciante.


Segundo a coordenadora da Defesa Civil de Amajari, Chaguinha Soares, os atoleiros e alagamentos vêm sendo os principais transtornos sofridos pelos moradores da região. "Como estamos sem chuvas já há dois dias, não há registro de comunidades isoladas, porém as estradas continuam alagadas. Estamos realizando um monitoramento na região e auxiliando a passagem dos moradores", informou.


Ela garantiu que a Defesa Civil está em alerta para a comunidade que fica nas proximidades rio Uraricoera. "Nesse caso, as famílias são retiradas para casa de parentes ou levadas para alojamento em Boa Vista", explicou.


A equipe da FolhaWeb tentou contato com o secretário de Obras e com a Prefeitura do Município, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.


DEFESA ESTADUAL – Segundo informações da Defesa Civil Estadual, em Amajarí, na região do Ereu e igarapé Aramaxim, equipes de bombeiros atuam na baldeação dos moradores. A ação também é de poio emergencial as comunidade de Bom Jesus e Acará.


Em relação à segurança, a Defesa Civil recomenda que os moradores evitem a transposição de rios onde as pontes estejam submersas ou com pontos de alagamento e acesso à áreas de risco iminente de desastres. A travessia de rios, lagos e Igarapés somente podem ser realizadas em casos extremos de necessidade, e ainda assim, devem ser acompanhadas por profissionais do Corpo de Bombeiros.


PATRULHA MECANIZADA – Mesmo os trabalhos de manutenção e recuperação de estradas vicinais sendo de responsabilidade dos Municípios, a Seinf (Secretaria Estadual de Infraestrutura) resolveu na semana passada, iniciar ações para auxiliar as prefeituras na situação. Um projeto para contratação de uma patrulha mecanizada, que atenderá às emergências nas vicinais do Amajari, está em andamento. O processo está em tramitação e a ordem de serviço deve ser assinada antes do fim deste mês de julho.

Saiba mais:

Defesa Civil recomenda antecipação das férias escolares em Amajari

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!