DETRAN
Mulher cai em golpe, tenta subornar agente de trânsito e é levada para delegacia
Comerciante teria negociado de forma fraudulenta a quitação de uma multa com um desconhecido e acusou o agente de ser o golpista
Por Folha Web
Em 14/11/2017 às 10:00
O golpe já havia sido alertado pela Folha em matéria veiculada em setembro deste ano (Foto: Arquivo Folha)

Uma mulher foi levada para a delegacia, na manhã desta terça-feira, 14, após ter tentado subornar um agente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Ela teria procurado o órgão depois de cair em um golpe de um desconhecido que vinha utilizando o nome de agentes para negociar, de forma fraudulenta, a venda de carros e motocicletas, além da quitação de multas.

O golpe já havia sido alertado pela Folha em matéria veiculada em setembro deste ano. A mulher, uma comerciante, teria procurado por um dos agentes na sede do Detran cobrando explicações sobre uma multa de trânsito. Ela teria negociado a quitação com o desconhecido e acusou o agente de ser o golpista.

“Ela me procurou questionando das multas e pedindo esclarecimentos porque não poderia recorrer e nos explicamos que ela perdeu o prazo. Ela deu a entender que queria fazer da forma que tinha dito nas mensagens e aí percebemos que era sobre o golpe”, disse o agente.

 Segundo ele, a mulher insistiu em afirmar que ele era o golpista e tentou suborná-lo para quitar a dívida. “Ela foi até lá tentando fazer coisa de forma ilegal em troca de dinheiro. Nós acionamos a PM e a encaminhamos para prestar esclarecimentos ao delegado para abertura de investigação”, contou.

Florêncio alertou à população que a prática tem todas as características de um golpe. “Se fosse um servidor do Detran, não iria colocar a foto dele e nem se identificar, além de divulgar em massa inclusive com o nome dele. É preciso deixar o alerta para a população de que se trata de um golpe e que não faça nenhum tipo de contato com ele”, ressaltou.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!