PRF
Novo superintendente quer reativar postos de fiscalização em Roraima
O objeto do novo superintendente é obter reforço também, buscando vagas para novos agentes e auxiliar na questão migratória que se intensificou no estado
Por Luan Guilherme Correia
Em 07/10/2017 às 01:30
Igo Brasil é o primeiro roraimense a assumir a superintendência da PRF no estado e ele foi em busca de apoio parlamentar para reforçar a fiscalização (Foto: Divulgação)

Mesmo antes de tomar posse como novo superintendente da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Roraima, Igo Brasil já articula com parlamentares investimentos para o órgão, que enfrenta processo de contingenciamento orçamentário junto ao Governo Federal e teve que suspender alguns serviços no estado.

Nomeado no final de setembro e primeiro roraimense a assumir a superintendência da PRF no estado, ele esteve essa semana em Brasília (DF) conversando com alguns deputados da bancada federal de Roraima. Entre os principais assuntos discutidos, o superintendente tratou sobre a questão migratória de venezuelanos e afirmou que deseja reativar postos de fiscalização.

“A intenção é reativar o posto de Pacaraima, parado desde o ano passado. Queremos auxiliar a questão migratória em Roraima”, disse, ao comentar que também pretende buscar vagas para novos agentes com o intuito de aumentar o efetivo da Polícia Rodoviária no estado.

“Na verdade é uma ação nacional da assessoria parlamentar do Departamento da PRF que todo ano tem a semana com os superintendentes. Fomos convidados para vir de Roraima para mostrar aos parlamentares o que as polícias estão fazendo em razão da liberação do sistema para inserir as emendas no orçamento”, explicou.

Segundo ele, também foram discutidos os problema do excesso de peso na BR-174 sentido sul e o contingenciamento de recursos. “A rodovia é preparada para receber um limite de peso e quando isso extrapola temos a questão do asfalto, o que gera dano ao patrimônio público e risco de acidentes por conta desses danos”, explicou.

“Sobre os refugiados discutimos sobre as ações que temos que desenvolver. Vai haver uma operação no próximo mês focado em direitos humanos para verificar a situação deles no estado”, destacou. O novo superintendente deve tomar posse no dia 10 de novembro. (L.G.C)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!