SAÚDE
Nutricionista explica para que serve a balança de bioimpedância
Por Raisa Carvalho
Em 21/04/2017 às 00:33
Foto: Antonio Carlos

Que é difícil iniciar uma dieta e segui-la à risca, isso todos nós já sabemos! Agora, você sabia que acompanhar o paciente e analisar a sua evolução na dieta também não é algo tão simples assim? Isso é devido, principalmente, à falta de precisão dos métodos convencionais utilizados ainda hoje no mercado, como o uso da balança comum. No entanto, métodos mais precisos estão disponíveis no mercado e, atualmente, tornaram-se mais acessíveis.

A nutricionista Andressa Dabela explica como a balança funciona. “A balança de bioimpedância serve para medir peso, altura, índice de massa corpórea (IMC), idade metabólica, composição de massa magra, massa gorda, massa óssea, quantidade de água, gordura visceral, necessidades calóricas, enfim, é indispensável para quem quer emagrecer, para atletas e para quem acompanha de perto o estado de sua saúde”, explica.

A balança de bioimpedância, basicamente, avalia a densidade corporal do indivíduo por meio de uma corrente elétrica de baixa amplitude e alta frequência aplicada sobre ele. Dessa forma, mais do que simplesmente calcular o peso do indivíduo, essa balança informa a sua porcentagem de gordura, de hidratação, de osso e de músculo. Assim, torna-se uma metodologia muito mais eficiente e precisa para auxiliar os nutricionistas em como tratar seus pacientes de forma mais adequada e personalizada.

Se você quiser avaliar a sua evolução na dieta, é importante seguir algumas regras, como, por exemplo, fazer a pesagem semanalmente, na mesma balança e no mesmo horário, para minimizar variações. É de grande importância que se faça as anotações de todos os parâmetros avaliados na balança de bioimpedância e coloque essas informações em um software específico, o qual irá ajudá-lo na tomada de decisões.

A médica ressalta que para fazer o exame é necessário seguir algumas orientações antes. “No dia anterior, é indicado não fazer nenhuma atividade física, sexual, beber cafeína e energéticos, utilizar o uso de diuréticos, não fazer refeições pesadas no período de 4 horas antes do exame. São cuidados necessários para evitar algum dado errado na hora da pesagem e medição. É um exame rápido, indolor, e o resultado sai impresso na hora”, explica.

Outro exemplo que evidencia a vantagem de se utilizar uma balança de bioimpedância é quando o indivíduo inicia a prática de atividade física na academia, por exemplo, e após algumas semanas de treino, percebe que seu peso aumentou.

Segundo a especialista, é natural que ele imagine que esse resultado não é bom e que a academia não está fazendo o efeito esperado. No entanto, esse aumento no peso, indicado pela balança convencional pode ser fruto de ganho de massa muscular e não de gordura, o que só pode ser confirmado pelo uso de uma balança de bioimpedância.

“A balança é de uso profissional, pode ser usada por pessoas que queiram verificar sempre os resultados, porem, a interpretação dos dados pode ser feita somente por profissionais habilitados”, relata Andressa.

Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!