OBRA DE REFORMA
Obra paralisada de abrigo infantil prejudica crianças
Por Folha Web
Em 15/11/2017 às 01:00
Abrigo fica localizado no bairro São Vicente e abriga 22 crianças (Foto: Hione Nunes)

Parada há alguns meses, a obra de reforma do Abrigo Infantil do Estado, no bairro São Vicente, zona sul, tem prejudicado a estadia das 22 crianças atendidas no lugar. Goteiras no teto e infiltrações nas paredes incomodam as crianças a ponto de elas ficarem sem ter onde dormir.

Conforme os denunciantes, a estrutura do prédio está precária e tem causado transtorno e sofrimento às crianças, pois a água das chuvas molha as camas. A obra para reparos parou há quatro meses sem previsão de ser reiniciada. “Cadê os defensores das crianças, como Conselho Tutelar e Ministério Público, para darem uma olhada no Abrigo Infantil? As coisas estão precárias no local”, comentou uma denunciante.

Segundo ela, há quatro meses chegou ao abrigo uma empresa que ganhou a licitação para fazer a reforma, quando foi fixada uma placa indicando valor de R$ 75 mil. “Só que iniciaram e não fizeram nada. Com as chuvas, as goteiras e infiltrações molham tudo. Já teve dias em que funcionários passaram o dia enxugando e puxando água no rodo para as crianças terem um pouco de paz e dormirem”, frisou.

CONSELHEIRO – O conselheiro tutelar Ebson Renan, do Território 1, responsável pela área do abrigo, disse que a denúncia não tinha chegado ao Conselho Tutelar.

GOVERNO – A Secretaria Estadual do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes) informou que a reforma está paralisada temporariamente para ajuste no processo e, tão logo essa adequação seja realizada pelos órgãos de controle do governo, a obra será retomada e finalizada. O governo não respondeu o questionamento sobre o valor nem prazos para recomeçar os serviços e término da obra. (E.S)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!