SAÚDE
Oftalmologista recomenda cuidados com lentes de contato
De acordo com a oftalmologista Eloisa Klein, como estão em íntimo contato com os olhos, é necessário passar por um exame de visão detalhado para avaliar se não existe alguma contra-indicação
Por Raisa Carvalho
Em 15/02/2017 às 00:11
Oftalmologista Eloisa Klein explica os cuidados diários com as lentes de contato (Fotos: Divulgação)

As lentes de contato são uma excelente alternativa para auxiliar a boa visão, mas requerem alguns cuidados.  De acordo com a oftalmologista Eloisa Klein, como estão em íntimo contato com os olhos, é necessário passar por um exame de visão detalhado para avaliar se não existe alguma contra-indicação.

As lentes são indicadas para correção de miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia, que são os problemas normalmente corrigidos com óculos. Auxilia na correção de alterações no formato do olho como ceratocone. É usada para dar melhor visão a pacientes que sofreram transplante de córnea. Enfim, é um recurso muito útil para auxiliar o paciente a enxergar melhor.

“Não havendo impedimento, o seu oftalmologista é a pessoa mais indicada para adaptar as lentes aos seus olhos, pois é necessário estar atento ao tamanho, à movimentação das lentes nos olhos e alguns outros detalhes que só são visíveis ao exame médico”, ressalta.

Segundo ela, lentes compradas pela internet, por exemplo, não passam por este tipo de avaliação, o que pode oferecer riscos ao usuário. Uma vez estando com as lentes, é realizado um breve treinamento para o manuseio das lentes.

“É muito importante respeitar as regras de limpeza, acondicionamento e descarte de suas lentes. Respeitar os prazos de descarte e os cuidados de higiene garante a saúde dos seus olhos. A má higiene é a principal causa de complicações por lentes de contato e pode levar à perda da visão. Também é importante ressaltar que lentes de contato são de uso pessoal e não podem ser compartilhadas, sob risco de transmissão de doenças”, explica a especialista.

Eloisa relata que para começar o uso das lentes, não existe uma idade determinada. Cabe ao médico avaliar cada caso, porém como a rotina de limpeza é rigorosa, é importante que o usuário esteja comprometido com o uso.

Outra dica é não exceder o tempo indicado pelo médico de utilizar as lentes. “O excesso pode trazer graves danos à visão. As lentes não são todas iguais. Existem diversos tipos de lente de contato e várias formas de uso. Existem lentes de descarte diário, aquelas que permitem o uso apenas durante um período do dia e aquelas que permitem o pernoite. Lentes de contato podem ser usadas diariamente para substituir os óculos, por exemplo, mas devem ser respeitadas as regras do fabricante e as características do olho do paciente. Por isso, é importante a avaliação do oftalmologista. Ele indicará qual a melhor lente para o seu caso e o tempo de uso mais indicado”, comenta.

Seu uso também não pode ser exagerado porque atrapalham um pouco a chegada do oxigênio aos olhos. Assim como as lentes de grau, elas precisam ser adaptadas por um médico oftalmologista.

A médica relata que as lentes coloridas não apresentam dano a visão. “Se forem bem adaptadas, elas são um bom recurso de beleza. No entanto, elas exigem cuidados ainda mais rigorosos quanto à higiene, pois estão sujeitas a mais depósitos de proteínas da lágrima e risco de infecção ocular”, finalizou.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!