COMBATE AO AEDES AEGYPTI
Operação do exército visitou 30 mil residências
Durante a semana, 300 militares e 15 viaturas, percorreram vários bairros da capital
Por Folha Web
Em 21/07/2017 às 14:02
O fortalecimento das ações se deu pelo alto índice de notificações das doenças causadas pelo Aedes (Foto: Divulgação)

Entre os dias 15 e 21 de julho, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) integrou a campanha de combate ao mosquito Aedes Aegypti em face do agravamento das epidemias causadas pelo mosquito Aedes aegypti, vetor transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika, e das sérias consequências que estas causam à população.

O fortalecimento das ações se deu pelo alto índice de notificações das doenças causadas pelo Aedes. A operação contou com apoio do Governo do Estado de Roraima e Prefeitura Municipal de Boa Vista.

Durante a semana, 300 militares e 15 viaturas, percorreram vários bairros da capital, quando na oportunidade foram visitadas 30.000 residências, sendo atingida a meta de 100% dos imóveis a serem vistoriados. Desta forma, a “Brigada Lobo D’Almada” encerrou sua participação na operação de combate ao Aedes aegypti com êxito total em suas atividades.

O Exército Brasileiro está participando do esforço nacional de combate ao mosquito Aedes aegypti desde dezembro de 2015 e, devido ao crescente aumento de casos de dengue, de febre Chikungunya e de Microcefalia causada pela infecção por Zika Virus.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!