MÚSICA
Orquestra de Violões se apresenta no Teatro Amazonas
Grupo irá participar de oficinas e workshops em Manaus
Por Folha Web
Em 29/07/2017 às 00:41
O grupo irá se apresentar no Teatro Amazonas (Fotos Lucas Almeida)

A Orquestra de Violões do Instituto Boa Vista de Música embarca em uma importante viagem, rumo à Manaus (AM) neste domingo, (30), onde o grupo se apresentará no próximo dia 1º de agosto, no Teatro Amazonas. Uma caravana composta por músicos, professores, técnicos e pais de alunos segue para a capital vizinha logo pela manhã, tendo a Vila Olímpica Roberto Marinho como ponto de partida.

O grupo recebeu o convite após um dos regentes da Orquestra de Violões do Amazonas (Ovam) ter conhecido os projetos geridos pelo IBVM em parceria com a Prefeitura de Boa Vista. As orquestras vão se apresentar juntas no Teatro Amazonas, interpretando grandes obras eruditas e populares, além de temas de grandes produções cinematográficas.

Além da apresentação num dos importantes cartões postais de Manaus, os jovens músicos da orquestra e seus professores vão participar de oficinas e workshops no Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, com temas que abrangem a história do violão, arranjos musicais, performance, produção musical, prática em conjunto, entre outros assuntos.

Segundo o presidente do instituto, Serginho Barros, esta será uma viagem de imersão cultural, onde os jovens músicos vão conhecer uma nova realidade no campo das artes.

“Esta viagem é um passo importante para aqueles jovens aprenderem mais a respeito da arte da música, por meio das oficinas e workshops, pois serão ministradas por músicos excelentes daquela cidade. Além do mais, uma apresentação no Teatro Amazonas dispensa comentários. É algo que ficará marcado na vida de todos nós”, afirmou o presidente.

O Grupo – A Orquestra de Violões foi criada oficialmente em fevereiro de 2004, trabalha a musicalização por meio do ensino do violão, com repertório que abrange tanto músicas eruditas, quanto populares. Atualmente, o grupo conta com 22 músicos, que têm entre 10 e 24 anos e sete professores.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!