DRAMA REAL
Pai pede ajuda para tratamento do filho
Gostei (1) Não gostei (0)
O pequeno Francisco Anderson, de 05 anos, teve diagnóstico de câncer confirmado esta semana
Por Minervaldo Lopes
Em 13/02/2018 às 15:00
Francisco Anderson de Brito, de 05 anos, está internado desde o dia 24 de janeiro no Hospital da Criança (Foto: Divulgação)

Desempregado em sem condições de arcar com custos de tratamento do seu filho, o auxiliar de pedreiro Antonilson de Brito, 23 anos, procurou a FolhaWeb para pedir socorro.

O drama dele iniciou no dia 24 de janeiro deste ano, quando o pequeno Francisco Anderson de Brito, de apenas 05 anos, deu entrada no Hospital da Criança Santo Antônio (HCSA), no bairro Treze de Setembro.

“Demos entrada no hospital ainda em janeiro. Ele se queixava de dores no pescoço e apresentava uma febre muito alta. Até então minha esposa e eu achávamos que não era algo grave. Hoje, meu filho não anda mais e está muito debilitado”, contou.

Conforme o auxiliar de pedreiro, a princípio, a equipe médica do hospital acreditava que o garoto poderia estar com meningite, segundo o tratamento conforme os sintomas apresentados. No entanto, para a surpresa de todos, o diagnóstico definitivo mostrou que o problema era ainda pior do que se imaginava.

“Ontem, 12, pela manhã, a equipe me chamou para conversar sobre o problema do Francisco. Confirmaram que ele está com câncer. Me orientaram a providenciar de imediato a xerox da minha documentação e da dele, além de abertura de conta, para ser encaminhada para a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) já na quarta-feira, 14”, comentou.

Correndo contra o tempo, Antonilson de Brito pede apoio da população nesse momento tão delicado de sua vida.

“Minha esposa e eu estamos desempregados, estamos morando de favor na casa da minha sogra e temos uma filha pequena. Não sabemos como faremos nessa situação e tenho medo de deixá-las passando necessidade. Serei muito grato quem puder me ajudar com qualquer apoio”, destacou.

Quem tiver interesse em ajudar o pequeno Francisco Anderson de Brito pode entrar em contato com Antonilson pelo telefone 99115 3177 ou indo pessoalmente em sua casa, na rua S-37, número 171, bairro Senador Hélio Campos, zona Oeste da capital.

PREFEITURA - A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Boa Vista, que informou, em nota, que a direção do Hospital da Criança Santo Antônio (HCSA) já começou a organizar os procedimentos para o Tratamento Fora de Domicílio (TFD), que demora, em média, uma semana para a viagem.

Rildo Lopes disse: Em 14/02/2018 às 13:10:48

"Vivemos em um Estado onde não há diferenças de classe, pois não possuímos pessoas necessitadas, muito menos moradores de ruas ou pessoas com transtornos psiquiátricos vagando pelas ruas por falta de hospital, falando em hospital, o nosso pode até ser comparado ao Hospital Israelita Albert Einstein, aquele que os políticos conhecem muito bem. E o que falar da nossa educação, magnífica! É, nosso Estado não tem desempregados muito menos pessoas com formação trabalhando em outras áreas, pq essas pessoas o governos não deixa na mão, pois possuímos um programa de interiorização para todos os formandos irem em busca de emprego em outros estados. Temos também uma segurança impar, e que não nos deixa preocupados com qualquer imigração que seja. Temos também políticos honestos que não se preocupam com enriquecimento ilícitos e abusivo. Ahhhh essa é nossa Roraima/Boa Vista/BRASIL.... é muito fácil chamar alguém de xenofobico, vivendo nessa Roraima. Existe sim xenofobia, mais também existe pessoas indignadas e cansadas de hipocrisia. Convido você que vive nessa Roraima, a sair da sua zona de conforto e conhecer a nossa Roraima que é bem longe de Narnia! "