ITERAIMA
Polícia Civil prende indivíduo com títulos de terra falsificados
A prisão ocorreu na tarde de hoje (12) por volta das 12h50mim
Por Folha Web
Em 12/09/2017 às 17:43

Policiais civis da Delegacia de Caracaraí prenderam em flagrante M. S.S, de 40 anos, projetista, que utilizava documentos falsos do Instituto de Terra de Roraima (ITERAIMA), na tentativa de regularizar áreas junto ao Cartório do município. A prisão ocorreu na tarde de hoje (12) por volta das 12h50.

O suspeito compareceu ao cartório de Caracaraí apresentando diversos títulos definitivos e autorizações de ocupações de diversos imóveis rurais, em nome de várias pessoas, imóveis estes localizados na Gleba Novo Paraíso, localizada na região. Ao apresentar estes documentos a servidora do cartório indagou o que era necessário para registrar os imóveis rurais em seu nome.

Ao verificar os documentos, a servidora percebeu que a gleba Novo Paraíso é projeto de assentamento da União, com regularização exclusiva pelo INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e não pelo Iteraima.

Ao contatar o diretor de regularização fundiária do Iteraima e encaminhar fotos dos documentos apresentados pelo suspeitos, via WhatsApp, recebeu a informação que todos os documentos seriam falsificados.

Logo em seguida, o diretor do Iteraima entrou em contato com a Polícia Civil que foi ao local e efetuou a prisão em flagrante pela prática, em tese, do crime de uso de documento falso (art. 304 do Código Penal).

Após os procedimentos de praxe, o flagranteado será encaminhado a audiência de custódia no Fórum Criminal da Capital.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!