VIOLÊNCIA URBANA
Polícia faz mutirão para prender criminosos
Sete homens foram presos. Delitos são por lesão corporal, embriaguez e estupro
Por Folha Web
Em 24/07/2017 às 19:00
(Foto: Divulgação)

A Polícia Civil em Roraima, por meio da Delegacia Geral de Polícia, deflagrou nesta manhã, 24, uma Operação Especial Conjunta visando dar cumprimento a diversos mandados de prisão expedidos por varas criminais da Capital.

Em vários bairros de Boa Vista, foram presos: E.M.D.S., de 41 anos, eletricista, condenado pelos crimes de ameaça e vias de fato; K.A.C.B., de 24 anos, condenado à pena de sete meses de detenção em regime semiaberto pelos crimes de lesão corporal, ameaça e vias de fato (mandado cumprido na Cadeia Pública de BV).

Teve a prisão preventiva decretada A.S.D.O., vulgo 'Negão', de 45 anos. Os mandados que geraram as prisões, segundo a Polícia, são oriundos do Juizado Especial de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher.

Na sequência, a Operação prendeu ainda E.M., de 52 anos, por tentativa de estupro; o servidor público A.P.de.M., de 59 anos, pelo crime de atentado violento ao pudor, ambos sentenciados pelo juízo da Vara de Crimes Contra Vulneráveis.

Foi preso também A.B.D.P., de 67 anos, autônomo, pelo crime de estupro de vulnerável e R.D.S.S., 35 anos, pelo crime de embriaguez ao volante.

Segundo a Polícia, as diligências continuam a cargo da Polinter, com possibilidade de novas prisões ainda esta semana. Todos os presos foram encaminhados para procedimentos na sede da Polinter, posteriormente submetidos a exames de integridade física no Instituto Médico Legal (IML) e em seguida recolhidos na Cadeia Pública de Boa Vista, e Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc).

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!