OCORRÊNCIA
Policial militar faz disparos de arma de fogo durante confusão em bar
Gostei (5) Não gostei (33)
Por João Barros
Em 04/01/2018 às 01:05
Foto: Divulgação

Na noite de terça-feira, dia 2, viaturas da Polícia Militar foram acionadas para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo num bar, localizado na Rua Manoel Felipe, bairro Asa Branca, zona Oeste da Capital. Chegando ao endereço, os policiais descobriram que um policial militar estava envolvido no caso e teria sido o autor do tiro.

Conforme a versão do policial, a confusão ocorreu em um bar no bairro Cambará, também na zona Oeste, no momento em que ele saía do estacionamento. Outro veículo teria impedido a passagem e por isso ele teria buzinado e perguntado do condutor se iria sair ou teria que passar por cima e no mesmo instante alguém teria gritado de dentro do automóvel que ele deveria passar por cima. A partir daí, dois indivíduos teriam saído de dentro do carro e caminharam em sua direção. No intuito de se defender, o policial fez um disparo de advertência.

Os homens retornaram para seus veículos e deixaram o estacionamento. O PM relatou que também foi embora, mas percebeu que estava sendo seguido pelo veículo em que os dois homens estavam. Para procurar refúgio, o policial disse que parou em outro bar, na Rua Manoel Felipe, onde aguardou a chegada do apoio da guarnição. O policial disse que estava de folga no momento da ocorrência.

OUTRO LADO - Durante depoimento, o homem que se diz vítima do disparo relatou que estava com três funcionários quando teve o desentendimento com o militar. Ele revelou que chegou ao estacionamento do bar e estacionou seu automóvel na traseira de outro carro que já estava no local.

O homem disse que entrou com os funcionários no bar para beber, mas em determinado momento o motorista de outro veículo pediu que ele retirasse seu carro, senão passaria por cima e no mesmo instante sacou a pistola e efetuou o disparo e foi embora.

Na intenção de saber quem era o responsável pelo tiro, perguntou de algumas pessoas, mas ninguém informou, por isso ligou para a polícia informando o acontecido, mas não tinha as informações de placa do veículo. Enquanto isso rodou pela cidade e achou o policial em um bar na Rua Manoel Felipe, momento em que chamou a polícia que chegou ao estabelecimento comercial e fez a condução do militar até a Central de Flagrantes do 5º DP.

Segundo o Relatório de Ocorrência Policial (ROP) ninguém ficou ferido e o caso está relacionado somente à discussão por causa de estacionamento. A arma modelo Pistola PT-100, que pertence à Polícia Militar, foi apresentada à autoridade policial para apreensão. O delegado de plantão considerou que o caso necessita de melhor investigação para apurar os fatos, inclusive, a oitiva de testemunhas, por isso remeteu o procedimento ao 4o Distrito Policial, que é responsável pela área em que o disparo aconteceu. O policial foi liberado. (J.B)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!