POLÍCIA
Polinter prende dois em Bonfim por tráfico e estupro
Por João Barros
Em 10/02/2018 às 00:37
Foto: Divulgação

Dois indivíduos foram presos em cumprimento de mandado expedido pela Justiça no município de Bonfim, no fim da tarde da quinta-feira, dia 8, pela Polícia Interestadual (Polinter) da Polícia Civil. Um deles teve prisão preventiva decretada pela Justiça por conta do tráfico de drogas em local público e o outro, condenação por estupro.

De acordo com a equipe da Polinter, o primeiro a ser preso foi P.B.A, de 25 anos, indígena da etnia macuxi. O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo juízo da Vara de Entorpecentes e de Organizações Criminosas da Comarca de Boa Vista, após descumprimento de medidas cautelares impostas em audiência de custódia em processo que apura a conduta do acusado no crime de tráfico de drogas em local recreativo público, crime destacado no art. 33 da Lei 11.343/2006 (antidrogas).

Em seguida, os agentes foram até a Comunidade Indígena do Jabuti, onde conseguiram prender F.T, 43 anos, agente de saúde, conhecido como “Enfermeiro”, indígena da etnia wapichana, condenado à sentença definitiva de 14 anos de reclusão em regime inicialmente fechado, pela prática do crime de estupro de vulnerável na forma de crime continuado e com causa de aumento de pena em razão da gravidez da vítima, como previsto no art. 217-A associado ao art. 71 e art. 234-A, todos do Código Penal Brasileiro (CPB).

O processo é oriundo da Vara Criminal da Comarca de Bonfim. Após tomarem ciência do mandado, sendo certificados formalmente, os presos não reagiram e foram submetidos a exames de integridade física no Instituto de Medicina-Legal (IML) e, posteriormente, recolhidos à Cadeia Pública de Boa Vista (CPBV), no bairro São Vicente, zona sul da Capital.

A Polícia Civil reforça que, qualquer pessoa que tenha informações sobre o paradeiro de foragidos da justiça, poderá denunciar através dos telefones 190, 197 e celular (95) 99142-9017, diretamente com a Polinter, sendo assegurado o sigilo da fonte. (J.B)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!