CRIME BÁRBARO
Presos novos suspeitos de participação em homicídio de menino de 13 anos
Crime ocorreu esta manhã, no Raiar do Sol
Por Folha Web
Em 18/05/2017 às 21:00
Rivaldo de Souza Costa, de 19 anos, vulgo ‘Verne’ (Foto: Divulgação)

Policiais militares apresentaram hoje na Delegacia Geral de Homicídios (DGH), Rivaldo de Souza Costa, de 19 anos, vulgo ‘Verne’, e o adolescente W.deS.E, de 17 anos.

A dupla é suspeita de envolvimento na morte de Izaque Ferreira da Silva, de 13 anos, encontrado morto nas margens do Igarapé do Paca, na avenida Sol Nascente, bairro Raiar do Sol, por volta das 8h, desta quinta-feira, 8.

Segundo a Polícia, “Rivaldo chegou à delegacia negando envolvimento no crime, mas em interrogatório realizado pelo delegado Cristiano Camapum, titular da DGH, confessou a prática do esfaqueamento e esclareceu as circunstâncias do crime, apontando o adolescente J.deS.F, 16 anos, como coautor do crime”.

Rivaldo ainda ressaltou aos policiais afirmou que cometeu o crime a mando da facção criminosa (PCC), “que queria a morte da vítima, por ser integrante de facção rival (CV)”.

Em diligência, os investigadores conseguiram localizar J.deS.F, além das facas utilizadas para cometer o crime e da roupa suja de sangue utilizada por Rivaldo.

“J.deS.F, em suas informações, negou o envolvimento no crime e foi enviado à Delegacia de Defesa da Infância e Juventude (DDIJ), para as providências cabíveis, uma vez que a DGH não tem atribuição quanto à adolescentes infratores”, destacou a Polícia.

W.deS.E. foi liberado após prestar declarações, sendo descartado seu envolvimento no esfaqueamento da vítima, pelas investigações.

“Seguem as investigações na DGH quanto ao mandante apontado por Rivaldo, que está recolhido no Sistema Penitenciário”.

Neste crime, Policia esclareceu que a vítima foi atraída para as margens do Igarapé por Rivaldo com a promessa de lhe repassar uma motocicleta furtada, sendo seguidos pelo adolescente infrator, sem que a vítima percebesse.

“No local ermo e escuro, o adolescente infrator surpreendeu a vítima por trás e a segurou. Então, Rivaldo pegou a vítima em um golpe de "mata leão" e fez com que a vítima "apagasse". Aproveitando-se da inconsciência da vítima, Rivaldo desferiu o primeiro golpe, no pescoço, tipo estocada, e um segundo golpe, também no pescoço, tipo corte, esgorjando a vítima. Depois, o adolescente infrator teria arrastado a vítima até às margens do Igarapé”.

Rivaldo foi flagranteado por homicídio qualificado por motivo torpe e por usar recuso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima (art. 121, § 2°, incisos I e IV, do Código Penal).

Com informações da Polícia Civil

Comentários
THIAGO CASTRO disse: Em 19/05/2017 às 09:17:22

"o proximo cadaver vai ser esse tal de verme ai , vai conhecer os outros vermes igual ele "