NO CENTRO CÍVICO
Profissionais de saúde cobram pagamento da progressão e modernização do PCCR
O encontro ocorreu em frente ao Palácio do Governo
Por Folha Web
Em 15/05/2018 às 18:22
Manifestação foi organizada pelo Sindicato dos Profissionais de Enfermagem do Estado de Roraima (Foto: Divulgação)

Servidores estaduais e representantes de sindicatos realizam na manhã dessa terça-feira (15) uma mobilização na praça do Centro Cívico pedindo por revisão geral anual, pagamento da progressão e retroativo, salário em dias e modernização do Plano de cargos e salários.

Na ocasião, os manifestantes foram recebidos pelo Chefe da Casa Militar, o coronel Ronan Marinho que ouviu as reivindicações dos participantes.

O ato foi organizado pelo Sindicato dos Profissionais de Enfermagem do Estado de Roraima. Entre as reivindicações estão a equiparação salarial e a padronização dos Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PCCRs), além de condições dignas de trabalho e modernização das unidades do interior.

“As reivindicações feitas pela categoria são de reajuste salarial referente aos anos 2016 a 2018, além de valorização, incentivos e políticas públicas efetivas. Nós precisamos de uma resposta mais ativa por parte do governo diante dessas reivindicações que são feitas desde 2015” reforçou o Melquisedek Menezes, Presidente do Sindprer,  

O evento também contou com apoio do Sindicato dos Trabalhadores Civis Efetivos do Poder do Executivo do Estado de Roraima (Sintraima). “Queremos o cumprimento da lei, essas reivindicações estão sendo cobradas há muito tempo, como foi apenas uma manifestação, a proposta era mostrar a revolta dos servidores diante dessa situação” relatou o presidente do sindicato, Francisco Figueiras.

OUTRO LADO - "A Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) informa que a mobilização da categoria que está prevista para o dia 15 de maio não foi informada oficialmente por documentação, seguindo a legislação em vigor, que preconiza prazo de 72h antes do ato. Adianta que o Governo do Estado está aberto ao diálogo e deverá analisar as propostas".

Nogueira disse: Em 15/05/2018 às 22:32:57

"Esses sindicatos não tem noção mesmo. O Estado quebrado, sem dinheiro para pagar os salários em dia e as terceirizadas, o país em recessão, e uns loucos falando em aumento, retroativo e PCCR? Vai entender. Sindicalistas não tem a menor noção da realidade mesmo."