LIXO E TERRENOS BALDIOS
Projeto aumenta taxa do entulho em 400% e muda regras para fiscalização
Projeto encaminhado à Câmara aumenta valores das taxas de coleta de entulhos e galhadas, além de endurecer fiscalização a terrenos baldios
Por Berto Batalha Machado Carvalho
Em 17/03/2017 às 01:12
Prefeita Teresa Surita explica que mudanças visam combater proliferação de doenças (Foto: Antonio Carlos)

A prefeita Teresa Surita (PMDB) anunciou, na manhã de ontem, 16, as novas regras para a fiscalização de terrenos baldios e os novos valores de coleta de galhadas e entulhos. O projeto de lei será encaminhado para a câmara municipal para votação. Caso seja aprovado pelos vereadores e sancionado pela prefeita, a previsão é de que as mudanças passem a valer a partir do dia 1º de abril.

Conforme o projeto, o proprietário que não fizer a limpeza do terreno baldio será multado imediatamente, no valor de aproximadamente R$ 560,00. Caso a limpeza não aconteça no prazo de 10 dias, o dono será multado novamente, com acréscimo de 50% do valor por reincidência. Atualmente, o proprietário é notificado e tem prazo de 10 dias para regularizar a situação e só é multado se descumprir os prazos.

Em relação ao serviço de coleta de entulhos e galhadas, a mudança será nos valores das taxas. O preço para retirar galhadas, que atualmente é R$ 40,00 passará a ser R$ 200,00, um reajuste de 400%. Já o valor para retirar entulhos, que é R$ 120,00 vai passar para R$ 300,00, aumento de 150%. O morador terá de agendar a data do recolhimento, pois, caso ele coloque o entulho na frente da residência antes da data prevista, será penalizado por crime ambiental, com multa a partir de R$ 1 mil.

Anualmente, a prefeitura afirma que gasta, em média, R$ 7 milhões com a retirada de entulhos e galhadas. “Em Boa Vista, as pessoas têm o hábito de colocar todo tipo de lixo, seja galhada ou entulhos, na frente das casas. Esse comportamento gera muito prejuízo à cidade. Com as novas regras, pretendemos conscientizar a população e incentivar o morador a contratar serviços privados. Com isso, pretendemos gastar menos com esse serviço”, destacou a prefeita de Boa Vista.

Para evitar futuros problemas à população, a prefeita afirmou que as pessoas devem estar conscientes do seu papel. “Sabemos que o lixo acumulado colabora para a proliferação de mosquitos, incluindo o Aedes aegypti, que transmite doenças como a zika, a dengue, a chikungunya e a febre amarela. A sociedade pode fazer a diferença que a gente precisa para evitar estes problemas. Precisamos conscientizar o povo para mudar este cenário”, frisou.

DOENÇAS – Conforme a prefeita Teresa Surita, atualmente 70% dos criadouros de mosquito estão dentro das residências e terrenos baldios. “O último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti, o LIRAa, de março de 2017, classificou Boa Vista como médio risco para transmissão da dengue, chikungunya e zika, com um índice de 3,4%”, informou.

A situação é alarmante na Capital, já que em janeiro do ano passado o LIRAa foi classificado em 0,5% e, no mesmo período deste ano, chegou a 4,4%, considerado um índice de alto risco. “É nos lixos colocados em frente das casas que estão os focos do mosquito. Esperamos que essa ação tenha realmente bastante impacto na consciência do cidadão", destacou.

Conforme a prefeitura, os bairros com mais focos de mosquito são as regiões onde há os maiores números de casos e notificações das doenças relacionadas ao Aedes aegypti, todos na zona Oeste da Capital: Senador Hélio Campos, Santa Luzia, Pintolândia, Equatorial, Silvio Leite e Alvorada. (B.B)

 

Valor da taxa para coleta de galhadas aumentará de R$ 40,00 para R$ 200,00
Foto: Antonio Carlos
Comentários
EDIVALDO NASCIMENTO SILVA disse: Em 17/03/2017 às 15:02:20

"o problema desse projeto é que todos vão pagar por essa pratica.... valor no meu ponto de vista abusivo ou seja todos iriam pagar por esse valor independente do que ira fazer na sua casa? se por um acado eu quiser demolir uma casa ou muro ou cortar uma arvore sei la.... terei que pagar essa taxa abusiva de recolhimento... vejo esse projeto como IMORAL pra uma sociedade que ja paga impostos abusivos pra os governantes gastarem de forma errada como vem acontecendo nos dias de hoje... nem todo mundo pode pagar 300 reais pra recolher um entulho de um terreno que decidiu limpar ou construir algo... fala serio ne Teresa tem projetos menos agressivos pra vc indicar ao cidadao de bem como esse seu projeto."

Joclene disse: Em 17/03/2017 às 14:36:10

"que absurdo ter que pagar R$ 200 pra retirar galhadas...."

souza disse: Em 17/03/2017 às 11:43:18

"Vejo que com esse absurdo de aumento nas tarifas de retiradas de galhadas vamos e ter um acréscimo de queimada na cidade de galhadas e sobre os entulhos também vejo que aumentara os lixões baldios em nossa cidade com esse assalto em nosso bolso cadê nossos representantes que se diz ao lado do povo . "

David Souza disse: Em 17/03/2017 às 09:59:59

"Tem bairros com mais de 100 anos e moradores ainda colocam o lixo na frente de suas casas. Isso acontece só na capital Boa Vista. Em outros municípios moradores não fazem isso. Tá na hora de mudar. "

Nazário santos disse: Em 17/03/2017 às 08:59:06

"Esse aumento da multa para terrenos baldios que não são limpos por seus donos, até concordo. Mas essa majoração do valor para coleta de galhada e entulho de residencias particulares é um completo absurdo. Ao considerarmos que quase sempre é mais de uma carrada desses material que pedimos para retirar, as taxas ficam impagáveis. Esse aumento vai forçar o cidadão a solicitar cada vez menos, e forçar o mesmo a jogar mais galhadas no meio da rua, como já vejo sempre aqui em meu bairro. A Prefeitura poderia rever essas taxas no sentido de baixar esses valores absurdos."

Luiz Junior disse: Em 17/03/2017 às 07:46:21

"E quando a pessoa chegar num posto de saúde e não for atendido da maneira correta ou não tiver medicamentos, a Prefeitura será multada em quanto ???"

antonio carlos de lima prado disse: Em 17/03/2017 às 07:21:08

"A população tem que fazer a sua parte, nada mais justo, o lixo é meu então eu que tenho que cuidar dele"

Ciella Yearwood disse: Em 17/03/2017 às 05:50:36

"Eu gosto muito do trabalho da Prefeita, mas essa ideia não me agrada e tenho certeza que vai desagradar muitos munícipes. Como isso vai incentivar as pessoas a manter limpo seu quintal? Se com o preço que tá já não usam os serviços de limpeza oferecido, aumentando absuradamente é que não vão usar nesmo. Outra coisa, a prefeitura descarta as galhadas com uso de triturador e depois usa para adubo ou coisa igual. As empresas particulares não tem essa preocupação e jogam fora o lixo de qualquer jeito no meio ambiente. Peço que a Prefeita repense essa ideia e que esse aumento seja um pouco mais razoável."