POLÍTICA
Publicada no Diário Oficial a exoneração do secretário do Índio
Em entrevista a Folha ele falou sobre a demissão
Por Folha Web
Em 18/04/2017 às 20:30

Portaria publicada no Diário Oficial do Estado de hoje (18) exonera Dilson Domente Ingaricó, do cargo de Secretário de Estado do Índio.

A demissão ocorreu após o secretário declarar apoio público em sua rede social a demarcação de uma nova área indígena em Roraima.

Na mesma portaria, também foi exonerado Hugo Cabral de Macedo Filho, do cargo de Secretário Adjunto do Índio.

As demissões foram assinadas pelo governador em exercício Paulo Quartiero, que está ocupando o cargo durante o período de licença da governadora Suely Campos (PP).

Em entrevista a Folha, o secretário exonerado afirmou que não entende as razões de sua exoneração.

“Eu e meu adjunto fomos exonerados de forma covarde". Dilson afirmou ainda que não se arrepende de comemorar a demarcação da área indígena. "Cada dia que nasce uma criança, cada dia que demarca uma terra indígena, cada dia que o índio cursa faculdade e se forma em Direito, Medicina, Administração, cada momento em que índio for conquistar seu espaço no sistema de um país, eu vou comemorar, pois eu sou indígena. Não posso negar minha identidade e isso para mim não é traição”.

Sobre um possível retorno ao cargo, após a volta de Suely Campos, Dilson afirmou que isso dependerá de como ficará a negociação com o movimento indígena.

"Até então não tenho atrito negativo com o Estado de Roraima, eu sou compreensivo. Apenas quero deixar claro que a gente merece respeito. Com Paulo Quartiero nunca tive e jamais terei qualquer ligação política ou pessoal. É certo que pelas nossas posições e lutas antagônicas jamais estaremos do mesmo lado"
O secretário exonerado afirmou que reitera seu compromisso com o governo Suely Campos "Ela sim, é a mandatária máxima deste Estado que sempre mostrou-se sensível e cuidadosa com as reivindicações e necessidades de todos os povos indígenas de Roraima".

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!