BOA VISTA
Quinze vereadores tiveram menos votos do que em 2012
Por Folha Web
Em 04/10/2016 às 01:01

A rejeição dos eleitores à composição atual da Câmara Municipal de Vereadores de Boa Vista fica clara quando se compara o número de votos que cada um teve na eleição de 2012 em relação à quantidade de votos obtidos na eleição de domingo, na Capital.

Quinze vereadores conseguiram ter menos votos que em 2012 e apenas seis conseguiram aumentar a quantidade de eleitores. Renato Queiroz foi quem conseguiu a maior conquista ao longo de quatro anos: em 2012, ele obteve 1.486 votos e, este ano, subiu para 3.042 votos, ficando com a segunda maior votação em Boa Vista.

Dois vereadores da ala evangélica também conseguiram melhorar a quantidade de votos. Manoel Neves subiu de 1.584 votos para 2.333 votos em 2016. Mirian Reis se elegeu em 2012 com 1.501 votos, mas nesse ano conseguiu a reeleição com 2.045.

Outro vereador que até alcançou mais eleitores em 2016 foi Gabriel Mota, no entanto, não conseguiu se reeleger. Nas eleições de 2012, a votação de Mota foi de 1.460. Ontem ele obteve 2.884. Outros dois vereadores tiveram uma sensível melhora no número de votos, mas não conseguiram a reeleição: Sueli Cardozo (1.361 em 2012 e 1.389 em 2016) e Thiago Fogaça (1.183 em 2012 e 1.245 em 2016).

Dos cinco vereadores que conseguiram a reeleição, dois deles tiveram uma redução no seu eleitorado. Aline Rezende foi eleita em 2012 com 2.570 votos e neste ano se reelegeu com 1.715 votos. Da mesma forma, o vereador Mauricélio Fernandes caiu de 2.406 votos, em 2012, para 2.272 votos, este ano.

NÃO REELEITOS – O vereador que teve a maior queda proporcionalmente foi o Paulo do Rancho Vitória, que praticamente perdeu todo o eleitorado este ano. Em 2012, ele conseguiu se eleger com 952 votos, mas este ano obteve apenas dois votos.

Outra redução expressiva veio do eleitorado do vereador Júlio Cezar Medeiros, que em 2012 ficou em primeiro lugar, com 5.770 votos, mas na eleição deste ano baixou para 2.267 votos.

O atual presidente da Câmara, Edilberto Veras, não conseguiu a reeleição e saiu do terceiro vereador mais votado em 2012, com 3.194 votos, para uma eleição com apenas 1.372 votos em 2016. O ex-presidente da Câmara, Leo Rodrigues, também perdeu a eleição este ano com uma redução no seu eleitorado. Em 2012, obteve 2.702 e, este ano, conseguiu apenas 711 votos.

Acompanhe abaixo o desempenho dos vereadores que tentaram a reeleição em Boa Vista:

Comentários
Rosania Pereira Lucena disse: Em 04/10/2016 às 15:33:52

"A resposta do povo vem nas urnas. "