ECONOMIA
Receita abre consultas ao 7º lote do Imposto de Renda
Em Roraima, 3.125 contribuintes serão contemplados com a restituição, num total de R$ 3.144.301,27
Por Folha Web
Em 09/12/2014 às 10:15
Está disponível, desde ontem, 8, a consulta para o sétimo lote de restituição do IRPF de 2014, o último do ano. Em Roraima, 3.125 contribuintes serão contemplados com a restituição, num total de R$ 3.144.301,27.

O crédito bancário será realizado na próxima segunda-feira, 15, na conta informada pelo declarante. Após o pagamento aos idosos e contribuintes com alguma deficiência física ou mental, ou moléstia grave, as restituições são pagas em ordem de entrega da declaração do Imposto de Renda – desde que o processamento da declaração tenha sido completado.

Consulta e autorregularização de malha fiscal
Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://www.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146.
Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração, ver os motivos de inconsistências de dados, em caso de "malha fina".

Havendo pendências devido a erros ou omissão no preenchimento, o contribuinte pode fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora, utilizando-se o número do recibo da última transmissão.

Consultas por meio de tablet e smartphone
A Receita disponibiliza, também, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF.

Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Em caso de falta de crédito da restituição, o contribuinte poderá contatar qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento no telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) ou 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco. Não há crédito em conta de terceiro ou pagamento na "boca do caixa".

Envio de e-mail falsos
A Receita Federal informa que não envia e-mail para contribuintes. Assim, e-mail enviado supostamente pela Instituição não devem ser acessados. Em caso de acessos a essas mensagens, há risco de danos ou furto de arquivos do computador do cidadão.

Fonte: Receita Federal
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!