DANÇA DAS CADEIRAS
Ronaldo Marcílio é nomeado novamente como presidente do Instituto de Previdência
Gostei (1) Não gostei (53)
Por Paola Carvalho
Em 13/01/2018 às 01:20
Com a volta de Marcílio para a presidência do Iper, Carlos Alexandre Praia será diretor administrativo do órgão (Foto: Arquivo/Folha)

O Governo do Estado confirmou na sexta-feira, 12, mais mudanças no primeiro escalão da estrutura organizacional, desta vez, no Instituto de Previdência de Roraima (Iper). De acordo com a publicação do Diário Oficial do Estado (DOE) referente ao dia 10 de janeiro, a governadora Suely Campos (PP) nomeou Ronaldo Marcílio novamente para exercer o cargo de diretor-presidente interino da instituição.

Marcílio foi exonerado recentemente do cargo de titular da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), enquanto a secretária-adjunta do Tesouro Estadual, Aline Karla Lira de Oliveira, foi nomeada em seu lugar e Valdeildo Menezes, que até então ocupava o cargo de Chefe de Divisão de Dívida Pública da Sefaz, foi oficializado como adjunto do Tesouro Estadual.

Carlos Alexandre Praia, que ocupava de forma definitiva a posição de presidente do Iper desde novembro de 2017, após ser sabatinado e aprovado pelos deputados na Assembleia Legislativa, vai agora ocupar o cargo de diretor administrativo da instituição.

Praia afirmou, em entrevista à Folha, que não houve surpresas com a publicação das mudanças no Diário Oficial, pois já tinha conhecimento das alterações e que conversou sobre o assunto com a governadora Suely Campos. “Eu sou servidor efetivo do Instituto e permaneço no cargo de diretor administrativo, no caso. Sou auditor previdenciário e permaneço à disposição do poder Executivo”, completou.

Com as mudanças nas pastas do primeiro escalão, a equipe do Iper volta a ser a mesma de 2015, quando Marcílio e Praia ocupavam o cargo de diretor-presidente e diretor administrativo do órgão. Falta agora somente o nome de Ronaldo Marcílio passar por uma nova aprovação dos deputados estaduais, para que possa assumir efetivamente o Instituto de Previdência.

ESPECULAÇÕES - Até então, especulava-se que Marcílio poderia assumir a posição de secretário-chefe da Casa Civil, considerando que o posto está vago desde o retorno do deputado estadual Oleno Matos (PC do B) para cumprir as atividades na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), tendo em vista que o parlamentar licenciado visa disputar as próximas eleições na Câmara dos Deputados.

Ainda se espera novas mudanças organizacionais no primeiro escalão do Governo do Estado, com a expectativa de que as alterações na pasta da Saúde sejam firmadas até o fim da próxima semana. (P.C)

Joao Oliveira disse: Em 13/01/2018 às 10:46:36

"Usando, de gancho, o que o colega acima falou, devemos ter bastante atenção, pois e uma mudança muito estranha, pois não precisamos comentar, a passagem de um presidente de carreira do órgão na presidência, não foi uma gestão politica, é sim técnica. Agora Colocam Esse senhor, que pelo que foi publicado por vocês da folha, denunciado por sindicatos, que não estão repassando dinheiro dos empréstimos consignados, dos descontos de previdências, e que pior de tudo, não conseguiu fazer um bom trabalho na Sefaz(caso o fizesse, não teria sido sacado da mesma), e em meio a crise politica e financeira que nosso estado passa, só me leva a imaginar uma unica coisa, o Iper é o único órgão que possui dinheiro nesse estado. Estariam eles querendo fazer uma `OPERAÇÃO ARRECADAÇÃO PARA ELEIÇÃO????` com dinheiro da aposentadoria dos funcionários, como outros governos fizeram, e ficamos no prejuízo? o que vocês acham? estranho....."

Mohammed Pataxó disse: Em 13/01/2018 às 08:29:44

"Vai entender o DESgoverno do povo. Carlos Praia vinha realizando um excelente trabalho, aliás digno de aplausos, aí o substitui pelo Marcílio que não deu conta da SEFAZ onde inclusive tinha grande rejeição dos servidores daquela pasta."