ESTADUAL 2017
São Raimundo vence Baré nos pênaltis e conquista invicto o título Estadual 2017
Essa foi a terceira vez na história do futebol profissional que as duas equipes decidiram um título Estadual. A primeira foi em 1997, vencida por 3 a 1 pelo Baré. No ano passado deu Mundão e a história se repetiu ontem
Por Ribamar Rocha
Em 17/05/2017 às 07:15
Mundão é campeão estadual de 2017 (Foto: Ribamar Rocha)

O São Raimundo venceu o Baré por 4 a 3 nos pênaltis depois de empate em 3 a 3 no tempo normal da partida e conquistou seu sexto título de campeão estadual, em jogo realizado na noite de ontem no campo da Vila Olímpica Roberto Marinho.

Essa foi a terceira vez na história do futebol profissional que as duas equipes decidiram um título Estadual. A primeira foi em 1997, vencida por 3 a 1 pelo Baré. No ano passado deu Mundão e a história se repetiu ontem.  

Com a conquista, o Mundão garante vaga para representar o Estado no Campeonato Brasileiro da Série D, Copa do Brasil e na Copa Verde de 2018. O Baré, vice-campeão, fica com a segunda vaga da Série D de 2018.

O primeiro tempo terminou em 1 a 0 para o Baré. O gol saiu aos 20 minutos. Cacau recebe pela direita vai a linha de fundo cruza e Júnior Neymar sobe mais que a zaga e acerta uma forte cabeçada no canto superior esquerdo do goleiro Diego.

O Colorado começou melhor o segundo tempo e aos 4 minutos Cacau toca para Robemar que percebe Luiz Carlos livre de marcação. O meia domina e acerta um foguete no canto superior direito do goleiro Diego. Baré 2 a 0.

Aos 10 minutos o São Raimundo diminui. Kaio Fernando bate falta cruzando na área o goleiro Leandro sai mal e Thiago Paraná faz de cabeça.

Aos 16 minutos, Dudé aproveita rebote do goleiro Diego e sem marcação manda para o fundo da rede. Baré 3 a1.

Parecia fácil, mas o Colorado recuou e o Mundão partiu pra cima. Aos 31 minutos Thiago Paraná faz boa jogada e percebe Belão entrando pelo meio. O meia domina e toca na saída do goleiro e diminui para 3 a 2.

O gol de empate saiu aos 37 minutos. Romanely foi na linha de fundo e cruzou para Thiago Paraná subir de cabeça e deixar tudo igual.

PÊNALTIS - Com o empate a decisão foi para os pênaltis. Dudé abriu a série de cobrança e a bola foi no travessão e entrou. Thiago Paraná deixou tudo igual. Nailson marcou para o Baré. João Paulo igualou para o Mundão. Junior Neymar deixou o Baré na frente. Kaio chutou pra fora. Victor Hugo chutou e o goleiro Diego defendeu. Romanelli marcou e deixou 3 a 3. Robemar chutou e o goleiro defendeu. Rafael Barros marcou e fez 4 a 3 para o Mundão.

EQUIPES - O São Raimundo jogou com Diego; Wellington, Evandro, Alan Caruarú e Arthur Portela; Belão, Nilsão (João Paulo), David (Romaneli) e Luã. Thiago Paraná e Rafael Barros. Técnico Chiquinho Viana. 

O Baré jogou com Leandro; Marquinhos, Vitor Hugo, Lenon e Vagner; Luan (Azevedo), Dudé, Luiz Carlos (Natan) e Cacau (Naison); Junior Neymar e Robemar. Técnico Betinho Souza.

ARBITRAGEM – A arbitragem foi de Edmar Campos da Encarnação, CBF/AM, com assistências de Márcio Santos na bandeira 1 e Renny Adonai na bandeira 2. O árbitro reserva foi Roberval Pereira.

CAMPANHA – O São Raimundo iniciou a campanha vitoriosa com duas goleadas no Primeiro Turno de 4 a 0 sobre o Atlético Roraima e 5 a 0 sobre o GAS. Classificado em primeiro lugar do Grupo B, disputou a semifinal com o Náutico e goleou por 4 a 0. Na final do Turno empatou em 0 a 0 com o Baré e perdeu de 5 a 4 nos pênaltis.

No Segundo Turno iniciou goleando o Real de São Luiz do Anauá por 9 a 1. Depois venceu o Baré por 1 a 0 e goleou o Náutico por 7 a 1.

Em primeiro lugar do Grupo B pegou o Real na semifinal do Segundo Turno e aplicou outra goleada de 8 a 1. Na decisão do Returno venceu o Baré por 2 a 1.

Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!