JOGO
São Raimundo vence Náutico e está na final
Gostei (1) Não gostei (0)
Mundão enfrenta o GAS, que derrotou o Real e também se classificou em primeiro no Grupo A
Por Folha Web
Em 14/03/2018 às 00:10
São Raimundo venceu o Náutico por 2 a 0 e está na final do primeiro turno (Foto: Johann Barbosa)

Foi uma partida daquelas. De um lado, o Náutico, jogando com o regulamento debaixo dos braços – um empate garantiria o alvirrubro na final – e do outro, o São Raimundo, partindo para o ataque em busca do gol desde o início. 

No duelo de estratégias opostas, quem não quis saber do jogo, levou a pior e acabou castigado pela ausência de ímpeto. As constantes ceras do goleiro Shaymo, do Náutico, ao longo do primeiro tempo, visando esfriar o jogo, resultaram no acréscimo de 5 minutos dados pelo árbitro Roberval Pereira. E justamente aos 50, após falta frontal ao gol alvirrubro, Luan bateu no meio da barreira do Náutico, que abriu e viu a bola passar por entre as pernas do seu arqueiro. Tendo que empatar a partida para se classificar, o Náutico partiu com tudo pra cima do Mundão no segundo tempo. Mas tomou logo o segundo. E depois disso, foi domínio absoluto do São Raimundo, que chegou aos 9 pontos e líder, faz a final do primeiro turno na próxima terça, dia 20, contra o GAS.

O JOGO:

O jogo começou pegado com a equipe do São Raimundo partindo para o ataque, enquanto que o Náutico se propôs apenas a se defender.

O primeiro lance de perigo do São Raimundo foi aos 5 minutos, quando Igor escapou pela ponta esquerda, foi na linha de fundo e cruzou para finalização de Romanelli que bateu de primeira com perigo.

Aos sete minutos, após, jogada pela direita e um cruzamento perigoso a saga do Náutico afastou mal, Igor pegou a sobra e chutou por cima do Gol assustando o goleiro Shaymo.

Aos 11 minutos falta perigosa para o São Raimundo Luan cobrou com Perigo no canto esquerdo e o goleiro tirou para escanteio.

O primeiro lance de perigo do Náutico só veio aos 12 minutos, após uma bola mal rebatida pela zaga do São Raimundo, André pegou de frente para gol e mandou a bomba, obrigando o goleiro Diego a fazer uma defesa em dois tempos.

Aos 17, após, saída errada do Náutico, o camisa 7, Igor, roubou a bola e partiu para o ataque e acertou ótimo lançamento para Raí, que tocou na saída do goleiro Shaymo, mas o bandeira assinalou impedimento anulando o gol.

Aos 37, Pedro, do Náutico, dispensou uma ótima oportunidade de contra-ataque quando três atletas da equipe partiram sozinhos e ele preferiu arriscar um chute de longe, sem perigo.

Aos 41 após rápida arrancada, o lateral-esquerdo André cruzou para o meio da área do Náutico, Raí ajeitou de peito para Romanelli que rolou para o camisa 8, Belão, chutar com perigo, tirando tinta da trave esquerda do goleiro Shaymo.

E o castigo do Náutico veio após consecutivas caídas do goleiro Shaymo, no melhor estilo “cera pra esfriar a partida”. A artimanha do arqueiro, fez com que o árbitro, Roberval Pereira, desse 5 minutos de acréscimo no final do primeiro tempo. O gol do Mundão saiu justamente aos 50. De falta, Luan chutou a bola pelo meio da barreira, passando por debaixo das pernas do goleiro.

No início do segundo tempo, logo no primeiro minuto de jogo, o Náutico assustou após cobrança de falta, o zagueiro cabeceou levando perigo para o arqueiro Diego.

O Náutico começou a gostar do jogo e Partiu para cima do São Raimundo. Mas no primeiro contra-ataque, o Mundão não desperdiçou. Raí arrancou pela esquerda, invadiu a área e bateu cruzado, o goleiro Shaymo espalmou e no rebote, o camisa 10, Emerson não desperdiçou, ampliando a vantagem para o São Raimundo.

Aos 7 minutos, o São Raimundo quase amplia numa boa jogada pela ponta direita. O lateral direito Luan arrancou e deu passe preciso para Raí, que chutou forte, acertando o travessão do goleiro Shaymo.

O segundo tempo seguiu morno, com um Náutico desorganizado em busca do gol, enquanto o São Raimundo se aproveitava dos contra-ataques. O placar poderia ter sido mais generoso, se o atacante Ribinha, do São Raimundo, não estivesse em uma noite de ‘Inacreditável Futebol Clube’. Ele perdeu dois gols incríveis, aos 35 e 39 minutos.

E terminou assim: São Raimundo na final do primeiro turno 2, Náutico eliminado, 0. O Mundão agora se prepara para o duelo contra o GAS, primeiro colocado do Grupo A, após derrotar o Real, por 1 a 0, gol do atacante Robemar.

O atacante do Mundão, Raí, comemorou a classificação, mas ressaltou a qualidade do adversário, "Nós trabalhamos bastante e sabíamos que seria um jogo difícil, pois valia a classificação. Graças a Deus, a gente pôde se doar dentro de campo e classificar a equipe", destacou.

“Faltou mais vontade da nossa equipe, pois nós jogamos com o regulamento. A gente entrou classificado e nos apoiamos no empate. Infelizmente acabamos sendo penalizados", comentou o meia Washington, do Náutico, na saída do campo.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!