SISTEMA PRISIONAL
Sejuc deve fazer nova atualização em lista de foragidos da PAMC
Gostei (0) Não gostei (0)
Segundo a pasta, o problema foi ocasionado por uma falha no sistema de registro de informações que armazena as fichas dos detentos
Por Folha Web
Em 14/06/2018 às 09:23
Sejuc aponta que Pamc possui cerca de 1.300 detentos (Foto: Arquivo Folha)

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) informou nesta quinta-feira, 14, que deverá realizar uma nova atualização na lista de detentos foragidos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc). A medida ocorre dois dias após a pasta ter feito a divulgação da relação de nomes em coletiva de imprensa.

A reportagem da FolhaWeb apurou que um dos detentos listados pela secretaria, Geybson Hoffaman Batista, vulgarmente conhecido como “Geyb”, possuía um alvará de soltura expedido pela Justiça Estadual. O indivíduo havia sido preso na noite do mesmo dia e encaminhado para a sede da Divisão de Inteligência e Captura (Dicap), entretanto, por conta do documento judicial, acabou sendo liberado.

Segundo a pasta, o problema foi ocasionado por uma falha no sistema de registro de informações que armazena as fichas dos detentos, mas assegurou que o erro já foi resolvido. “A Sejuc informa que uma falha no sistema de informação registrada em março deste ano causou prejuízo nas fichas dos detentos. O problema já foi solucionado e uma nova análise da lista divulgada será feita para não haver inconsistências”, disse, em nota.

Vale lembrar que horas após a revelação da lista, que inicialmente continha 44 nomes, a assessoria de comunicação do órgão havia repassado uma nova atualização aos veículos de imprensa excluindo o nome dos detentos Rafael Sadraque Silva de Souza e Rodrigo Gomes de Souza. Os dois haviam sido transferidos para a Cadeia Pública Masculina de Boa Vista (CPMBV) no dia da contagem de presos.

ENTENDA O CASO – Na terça-feira, 12, durante coletiva de imprensa, o titular da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), coronel Paulo Roberto Macedo, revelou que a recontagem de presos na unidade não era realizada desde março deste ano, período que antecede a administração dele.

Em parte, segundo ele, a questão se deu em razão dos problemas de estrutura da Pamc, o que dificultaria o acesso das equipes de segurança aos presos.“A estrutura atual da Pamc impede as equipes realizarem essa recontagem, mas todas as medidas estão sendo tomadas para que essas pessoas venham a ser recapturadas e que a unidade também possa vir a ser reformada”, declarou o secretário, ressaltando ainda que as linhas de investigação para a recaptura dos detentos estão em sigilo, para não comprometer os trabalhos das equipes de segurança.

A recontagem de presos na Pamc veio a ocorrer após a descoberta de um buraco próximo a guarita que cobre uma ala conhecida como “Mamão”, na sexta passada, 8. Outro buraco também foi encontrado próximo a cerca que cobre o perímetro da unidade, reforçando o temor de uma fuga.

No sábado, 9, policiais militares prenderam cinco homens em uma casa no bairro Senador Hélio Campos. Eles seriam parte do bando que escapou da unidade, que atualmente possui cerca de 1.300 detentos.

A Secretaria, com apoio da Polícia Militar (PM), conseguiu finalizar a recontagem dos presos somente no fim da tarde da segunda-feira, 11, apresentando 42 nomes em coletiva de imprensa na terça-feira, 12.Desse quantitativo, 37 ainda estão foragidos.

socorro disse: Em 14/06/2018 às 11:42:37

"ESTRANHO QUE FATOS DESSA NATUREZA OCORRE DE TEMPOS EM TEMPOS, E NADA E FEITO. APÓS A CHACINA FORÇA NACIONAL VEIO, RECURSOS FORAM REPASSADOS PELA UNIÃO, E A ESTRUTURA CONTINUA DO MESMO JEITO. CADÊ A ESTRATÉGIA PARA CONSTRUÇÃO DE UM NOVO PRESIDIO. NADA E FEITO. E A POPULAÇÃO VULNERÁVEL E SEM SEGURANÇA."

Carlos Santos Silva disse: Em 14/06/2018 às 09:51:23

"Cadê o Mistério Público que não toma nenhuma posição em relaçaõ a Pamc, o nosso estado está jogado as traças mesmo . Enquanto isso os sanguessugas políticos querendo se reeleger."