APÓS MODERNIZAÇÃO
Sine volta a emitir Carteiras de Trabalho
Gostei (0) Não gostei (0)
Por Ana Gabriela Gomes
Em 27/03/2018 às 02:00
Expectativa do Sine é emitir cerca de 60 carteiras de trabalho por dia a imigrantes venezuelanos (Foto: Nilzete Franco)

Quem ainda não emitiu sua Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) não precisa mais se dirigir somente à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Roraima (SRTE-RR) para realizar o procedimento. Desde ontem, 26, o Sistema Nacional de Emprego em Roraima (Sine-RR), situado na sede da Secretaria Estadual do Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes), voltou a emitir o documento.

O superintendente regional do Trabalho, Magno Pillon Della Flora, comentou que o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) estava aguardando o Sine adequar as instalações para que o Termo de Cooperação Técnica, que é válido por quatro anos, fosse celebrado. Para tanto, o Governo do Estado investiu, com recursos próprios, na compra de oito computadores, central de ar, pintura e novo layout no departamento.

Para a titular da Setrabes, Emília Campos, os investimentos refletem positivamente na qualidade do serviço oferecido, tendo em vista a capacitação realizada junto aos servidores. Emília reforçou ainda que, a secretaria realiza um trabalho de aproximação com as empresas, a fim de entender e oferecer o que precisam. “Isso reflete um aumento de 338, em 2014, para 1.250 empresas cadastradas atualmente no sistema do Sine”, ressaltou.

Della Flora ressaltou a importância de a Setrabes também emitir a carteira de trabalho, tendo em vista o aumento da demanda no Estado, especialmente com a crescente imigração venezuelana. Em 2017, mais de 200 imigrantes foram encaminhados pelo Sine. Para este ano, a expectativa é que 60 carteiras sejam emitidas por dia ao público específico.

A partir de agora, a população pode efetuar a solicitação e, em até três dias, receber o documento em mãos. “Este é mais um importante serviço que o Sine vai oferecer à população, além de ser uma parceria que não pode se desfazer, para que as pessoas possam ser cada vez melhor atendidas e inseridas no mercado”, finalizou. A ideia de Pillon é que a emissão do documento também ocorra no Interior do Estado.

Segundo o superintendente, a SRTE está tomando todas as medidas para que haja emissão da Carteira de Trabalho nas agências do Interior, situadas em Caracaraí, São Luiz e Rorainópolis. Além disso, o órgão está investindo em uma unidade móvel, em que a população vai poder emitir e receber o documento na própria unidade.

DOCUMENTAÇÃO - Para solicitar a Carteira de Trabalho, o interessado pode se dirigir ao Sine portando RG ou certidão de nascimento (original e cópia), CPF, comprovante de residência com CEP, foto 3x4, certidão de casamento (original e cópia) e, se formado, carteira de registro profissional ou cópia autenticada. (A.G.G)

elizoneide disse: Em 27/03/2018 às 08:21:44

"pelo que eu li a reportagem vejo que eles investiram somente em novos equipamentos mas o principal e a capacitação dos atendentes dos servidores que por sinal deixam muito a desejarem na questão do atendimento e das informações que muitos não para repassarem e nem busca se atualizar devido o grude que é do celular em mãos, digo porque já precisei do atendimento e mau o atendente me olhava para responder a minha duvida não sabia se me atendia ou ficava no celular e eu observando a falta de comprometimento com o seu trabalho.Uma capacitação a eles fariam muito bem pois não basta somente investir em equipamento se não capacita-los. "