VIOLÊNCIA
Trânsito faz mais duas vítimas
Por João Barros
Em 01/05/2017 às 00:30
O haitiano Anolde Lifaite e um homem conhecido apenas Wellington ‘Pinóquio’ morreram em acidentes em Boa Vista e Caracaraí (Foto: Diane Sampaio)

A noite do último sábado, 29, foi marcada por dois acidentes de trânsito com vítimas fatais. O primeiro caso aconteceu no Município de Caracaraí, região Centro-Sul do Estado, e fez como vítima um homem identificado apenas como Wellington, conhecido como Pinóquio, de 24 anos. A segunda ocorrência foi no cruzamento das Avenidas Mário Homem de Melo e Nossa Senhora de Nazaré, no bairro Tancredo Neves, zona Oeste de Boa Vista, quando um veículo colidiu com o haitiano Anolde Lifaite, de 33 anos, que trafegava de bicicleta. Ele não resistiu aos ferimentos e chegou a óbito.

Por volta das 19h30, a Polícia de Caracaraí foi acionada juntamente com o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para atender a um acidente às margens da BR-174. Chegando ao local, já havia alguns populares que disseram à guarnição que a vítima estava morta. A equipe técnica do Samu confirmou o óbito.

Uma testemunha que não quis se identificar confirmou à Folha que Wellington sofria de transtornos mentais desde criança e que não poderia ingerir bebida alcoólica. “Na noite de sábado ele bebeu. Ele tinha mania de se jogar na frente dos carros quando ficava bêbado, mas nunca tinha sido atropelado desse jeito. Na BR os carros andam em alta velocidade, o que potencializou a gravidade dos ferimentos”, destacou.

Alguns moradores de Caracaraí relataram à reportagem que a vítima recebia ajuda de muitas famílias. “Por onde passava as pessoas davam comida, um abrigo para dormir, roupas. Era alguém que todo mundo gostava. Não sabemos quem são seus pais. Ele não tinha uma família biológica e chegou a Caracaraí com uns 10 anos, vindo da região do Baixo Rio Branco. O funeral será feito por muitas famílias”, explicou.

Wellington não tem qualquer documento que comprove sua identidade. Autoridades de Caracaraí informaram que todas as providências serão tomadas para que não entrave no processo de liberação do corpo.

O motorista do automóvel  disse que prestou assistência à vítima,  que aguardou a chegada da Polícia Militar, deu as informações necessárias e só saiu do local juntamente após a conclusão dos procedimentos policiais. 

BOA VISTA – Por volta das 20h30, uma colisão entre um veículo e a bicicleta conduzida por Anolde Lifaite, resultou em morte. O haitiano foi atropelado e morreu em consequência de uma parada cardiorrespiratória. Ele sofreu múltiplas fraturas por conta da batida e chegou a ser atendido pelas equipes do Samu e do Resgate do Corpo de Bombeiros, que tentaram reanimá-lo, no entanto, não resistiu às lesões.

O motorista do veículo permaneceu no local e deu assistência ao ciclista até a chegada do Samu. O caso ficará sob a responsabilidade da Polícia Civil. Peritos estiveram no local do acidente e realizaram os procedimentos técnicos.

Na manhã de ontem, 30, os corpos foram liberados às famílias para sepultamento. Até o momento ninguém foi preso. (J.B)

Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!