ARTES VISUAIS
Tudo Vira Filmes realiza 1ª Mostra de Curtas
Encontro acontece no IFRR, nesta terça-feira, 7, a partir das 17h
Por Michel Sales
Em 07/11/2017 às 17:00
O coordenador de Comunicação do IFRR, Marcos Sá (Foto: Arquivo Pessoal)

A cada dia, a produção de curtas-metragens em Roraima vem conquistando mais espaço, principalmente pela admiração dos estudantes e do grande público aficionado pela Sétima Arte.

Contudo, em meio à atual tecnologia, o Cinema vem faturando bilhões em dinheiro, entretendo as plateias com a utilização de belos efeitos sonoros, imagens tridimensionais e excelentes enredos.

Nesse segmento, o selo ‘Tudo Vira Filmes’ realiza sua 1ª Mostra de Curtas-Metragens, nesta terça-feira, 7 de novembro, no Auditório do Instituto Federal de Roraima (IFRR), Campus Boa Vista, das 17h às 22h30, com entrada gratuita.

Serão apresentados 15 curtas-metragens produzidos por estudantes de Escolas Públicas Estaduais. Os filmes têm duração média de oito minutos e abordam sobre a realidade, ficção, comédia e acessibilidade com áudio descrição para cegos, entre outros gêneros. O coordenador de Comunicação, Marcos Sá, 34, falou sobre o projeto.

“A Cultura Cinematográfica é um artefato cultural do entretenimento, sendo que as imagens conferem poder na comunicação universal. E como um profissional da área, me vi no compromisso de evoluir neste trabalho de Artes Visuais. Dessa forma, o projeto vem fomentar a produção de filmes locais, sejam longas ou curtas-metragens”, disse.

O Cineasta ressaltou que o selo ‘Tudo Vira Filmes’ surgiu com um grupo pequeno envolvendo cinéfilos. “Ficamos conhecidos no cenário local como Clube dos 9, mas em pouco tempo desenvolvemos este projeto voltado para a criação de Artes Visuais diversas e conduzida para diferentes públicos. Atualmente, estamos criando parcerias com Instituições Públicas e com o comércio local para consolidarmos o selo em Roraima”, ressaltou Sá.

Também, de 13 a 19 de novembro, a mostra Tudo Vira Filmes realiza uma Oficina de Produção de Documentários. O local será a Sala de Reuniões do IFRR, Campus Boa Vista, das 14h às 18h30 e das 18h30 às 22h

A 1ª Mostra de Curtas-Metragens Tudo Vira Filmes tem apoio do Senac-RR, AmaCine, Pousada Platô e IFRR.

SERVIÇO:
1ª Mostra de Curtas
Dia 7 novembro, no IFRR
Das 17h às 22h30, entrada gratuita
Informações: (95) 99113-6187

CURIOSIDADES:

A história conta que o Cinema nasceu de várias inovações, que vão desde o domínio fotográfico até a síntese do movimento, mas uma das primeiras reproduções públicas projetadas em uma sala aconteceu no dia 28 de dezembro de 1895, no Salão Grand Café, em Paris (FRA), onde os irmãos Lumière apresentaram seu patenteado e aperfeiçoado ‘Cinematógrafo’, um equipamento primeiramente projetado por Thomas Edison, conhecido como ‘Cinetoscópio’.

No Brasil, a primeira exibição de Cinema aconteceu em 8 de julho de 1896, em uma sala no Jornal do Comércio, no Rio de Janeiro (RJ), por iniciativa do exibidor itinerante belga Henri Paillie.

Foram projetados oito ‘filmetes’ de cerca de um minuto cada, com interrupções entre eles e retratando apenas cenas pitorescas do cotidiano de cidades da Europa. Só a elite carioca participou deste fato histórico. Um ano depois já existia no Rio uma sala fixa de cinema, o "Salão de Novidades Paris", de Paschoal Segreto.

NUMERAÇÃO DAS ARTES: 1ª Arte - Música; 2ª Arte - Artes Cênicas; 3ª Arte – Pintura; 4ª Arte – Escultura; 5ª Arte - Arquitetura; 6ª Arte - Literatura; 7ª Arte - Cinema; 8ª Arte - Fotografia; 9ª Arte - História em Quadrinhos; 10ª Arte - Jogos de Vídeo; 11ª Arte - Arte Digital.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!