CRIME NO INTERIOR
Vaqueiro é morto com tiro no rosto
Há suspeitas de que o crime, ainda sob investigação policial, tenha sido motivado por ciúmes
Por João Barros
Em 16/04/2018 às 01:17
O corpo foi encontrado numa fazenda, a cerca de 200 metros antes da sede do município.

Passava das 4h de ontem, dia 15, quando moradores de Caroebe, na região Sul do Estado, ouviram disparos de arma de fogo nas proximidades da sede do município. Por volta das 7h30, populares encontraram o corpo do vaqueiro Valdemir da Silva Sousa, 21 anos, que tinha uma perfuração de tiro no olho direito. O crime teria sido motivado por ciúmes, no entanto, a polícia ainda está investigando o caso para confirmar a suspeita.

Valdemir trabalhava como vaqueiro em uma fazenda que fica a 200 metros da sede do município, onde há um bueiro. Assim que o cadáver foi achado, uma guarnição da PM foi ao local para realizar os procedimentos de praxe, incluindo isolamento da área para impedir a violação da cena do crime.

Conforme relato de policiais, um único tiro, possivelmente de espingarda, acertou o olho direito da vítima e atravessou a cabeça. A vítima estava sem camisa, usava uma calça. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Polícia de São João da Baliza. Até o fim da tarde de ontem, o autor do crime não tinha sido preso.

O rabecão do Instituto de Medicina Legal (IML) e a perícia chegaram ao município por volta do meio dia de ontem e ao fim dos procedimentos, removeram o cadáver até a capital, para ser submetido à necropsia.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!