CRISE
Venezuelanos criam moeda com imagem de Chávez
Gostei (6) Não gostei (9)
País está envolvido em uma espiral hiperinflacionária, segundo analistas
Por Folha Web
Em 17/12/2017 às 14:00
Homem mostra cédula de panal, nova moeda lançada no bairro 23 de Enero, em Caracas, na Venezuela, na sexta-feira, 15 (Foto: Federico Parra/AFP)

Populares de um bairro de Caracas lançaram sua própria moeda, com o rosto do finado presidente Hugo Chávez, para driblar a hiperinflação que atinge a Venezuela.

A moeda, chamada de "panal", circula desde dezembro no bairro 23 de Enero - tradicional feudo chavista - com notas de um, cinco e dez, tendo a mais alta a efígie de Chávez, que equivale a 50 mil bolívares, valor suficiente apenas para se comprar um litro de leite no restante do país.

"Isto vai facilitar o dinheiro que não se consegue nem nos bancos. Nos dará uma folga", disse à AFP Noé Vega, na fila para adquirir 10 "panales" e comprar três quilos de arroz.

Fora da chamada "Comuna Socialista Panal 2021", onde surgiu a moeda, Noé teria que pagar 180 mil bolívares (40% do salário mínimo venezuelano) pelos três quilos.

Para obter os "panales", o encanador de 67 anos passou seu cartão de débito em um caixa eletrônico e recebeu notas com as quais também poderá comprar pão e açúcar.

A Venezuela está envolvida em uma espiral hiperinflacionária que, segundo analistas, superará os 2.000% em 2017.

"Não é uma moeda paralela ao bolívar, o único paralelo aqui é o dólar criminoso (no câmbio negro)", disse à imprensa Robert Longa, membro da Panal 2021.

Longa concorda com a versão do presidente Nicolás Maduro de que a crise obedece a uma "guerra econômica" para derrubá-lo e que inclui pressões especulativas para pressionar o bolívar e promover a escassez.

A economista Tamara Herrera assinalou à AFP que a falta de cédulas é produto da redução "da impressão de papel moeda" e da impossibilidade de se "adaptar o cone monetário à velocidade da inflação".

* AFP

Aldair disse: Em 25/12/2017 às 11:26:09

"Os que os sofridos venezuelanos precisam nesta momento não é de críticas ou chacotas, mas de empatia. E se fosse conosco? Não estamos longe disso, olhando para alguns Estados brasileiros falidos e a classe crescente de extrema pobreza. A moeda paralela foi criada por necessidade extrema de sobrevivencia. Sejamos solidários!"

Marco Aurelio Pinheiro Sousa disse: Em 17/12/2017 às 17:02:06

"Essa nota com a foto do Hugo Chaves também serve como papel higiênico! rsrsrsrsrsrsrsrs"

Manuel disse: Em 17/12/2017 às 16:51:17

"cada gosto... eu heim."